Ao confirmar o pouco que disputava no Brasileirão, o Grêmio utilizou a penúltima rodada contra o Athletico-PR, no último domingo, para testar o elenco e possíveis armas antes das finais da Copa do Brasil diante do Palmeiras. Além da vitória por 1 a 0 em cima do Furacão, o Tricolor garantiu presença na Libertadores pelo sexto ano consecutivo e saiu da Arena com candidatos à titularidade para as decisões.

As experiências ocorridas de certa forma já eram esperadas. Na última semana, Renato anunciou que conversaria com o elenco para possíveis mudanças no time. Dito e feito. A escalação da equipe para a partida contra o Athletico apresentou os experimentos arquitetados pelo técnico.

Pode parecer estranho que na última semana da temporada o técnico promova uma rodada de observações. Mas o rendimento do Grêmio justifica tais mudanças. A vitória, que encerrou série de quatro jogos sem vencer na Arena, chegou no segundo tempo, quando o time melhorou pelos pés de nomes já bem confirmados, como Jean Pyerre.

Os três testes foram em cima de Paulo Victor, Paulo Miranda e Isaque. Os dois primeiros se saíram bem. Everton foi o escolhido na vaga de Alisson, suspenso, e desbancou Ferreira, mas não foi considerado um teste de fato. O titular estará apto para as finais.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.htmlOportunidade estou dando, aí depende do jogador agarrar ou não— Renato após a vitória contra o Athletico

> Os testes de Renato para as finais:

  • Paulo Victor no lugar de Vanderlei
  • Paulo Miranda no lugar de Rodrigues
  • Isaque no lugar de Jean Pyerre
Paulo Miranda passou no teste do Grêmio e pode ser titular nas finais da Copa do Brasil — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Paulo Miranda passou no teste do Grêmio e pode ser titular nas finais da Copa do Brasil — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Paulo Victor foi pouco exigido durante os 90 minutos, mas quando precisou, demonstrou segurança. O goleiro até evitou um gol contra de Paulo Miranda, numa bonita defesa de reflexo, e também saiu rápido do gol para evitar chutes perigosos no primeiro tempo. Ele passou no teste e pode ser titular no lugar de Vanderlei, que não demonstrou um alto nível de segurança na temporada.

Paulo Miranda também foi aprovado na avaliação. Ele deixou a desejar na velocidade na recomposição quando comparado à Rodrigues. Mas se sobressai nos embate físicos por baixo e pelo alto, além da frieza. Ele também avança menos, deixando menos espaço atrás – um dos fatores negativos constatados pela comissão técnica no jovem zagueiro.

Quem menos rendeu foi Isaque em comparação a Jean Pyerre. Ele pouco criou nos 45 minutos que esteve em campo, tanto para o time quanto individualmente. Seu lance de maior perigo foi uma cabeçada para fora. E resume bem a sua diferença para o companheiro: Isaque é muito mais definidor do que um criador.

Isaque lamenta gol perdido em Grêmio x Athletico-PR pelo Brasileirão — Foto: Lucas Bubols/ge.globo

Isaque lamenta gol perdido em Grêmio x Athletico-PR pelo Brasileirão — Foto: Lucas Bubols/ge.globo

Além dos testes, o Grêmio precisava da vitória. Mas ficou longe de obtê-la num primeiro tempo que apresentou pouco. Para reverter o cenário, Renato fez algo fora do seu padrão: trocou três jogadores já no intervalo. Saíram Darlan (com cartão amarelo), Isaque e Everton. Entraram Thaciano, Jean Pyerre e Ferreira.

A mudança deixou o time mais veloz e com maior poder de reação. Jean Pyerre organizou as ações da equipe, enquanto Ferreira era a válvula de escape na ponta direita.

Thaciano anotou o gol da vitória pegando uma sobra do chute de Churín já na metade do segundo tempo. O volante fez o que o técnico pede: que os meias pisem na área. Algo que faltou para Lucas Silva e Darlan na primeira etapa.

— Ninguém é titular aqui, não tem cláusula no contrato. Vou pelo desempenho, quem se escala é o jogador. Deixei claro para todo mundo, estou dando as oportunidades e ia definir pelo que os jogadores apresentaram. Sou bem sincero, não tenho porque esconder de vocês e deles. Temos mais uma partida na quinta, pelo Brasileiro, e temos as duas finais — comentou o técnico.

Renato realiza três trocas no Grêmio diante do Athletico-PR — Foto: Lucas Bubols/ge.globo

Renato realiza três trocas no Grêmio diante do Athletico-PR — Foto: Lucas Bubols/ge.globo

Por fim, Victor Ferraz não fez uma boa partida e sofreu com os lançamentos às suas costas. Porém, é difícil que perca a titularidade, tendo em vista que seu concorrente hoje é o garoto Vanderson.

Mas um teste Renato não realizou. É possível que o Grêmio retome o esquema com três volantes, inserindo Lucas Silva no lugar de Jean Pyerre. Mas Maicon e Matheus Henrique apresentaram dores musculares e desfalcaram o time diante do Furacão. Essa mudança na formatação segue aberta.

Como o Grêmio jogará com reservas contra o Bragantino na próxima quinta-feira, Renato poderá testar o tripé no meio apenas nos treinamentos da semana. O elenco se reapresenta já nesta segunda-feira, às 16h, no CT Luiz Carvalho.



Veja também