A característica de cuidar da bola e acertar os passes do Grêmio ficou abaixo do esperado em Bento Gonçalves. A derrota por 2 a 1 para o Juventude de virada na noite da última quinta-feira ocorreu pelo erro no momento de encontrar o companheiro. O time também sucumbiu na marcação e viu encerrar a invencibilidade na temporada.

Ainda no primeiro tempo, apesar do gol de Ricardinho no último lance, o Tricolor já sofria com o capricho na construção. O time trocava passes, mas não conseguia furar o bloqueio dos comandados de Marquinhos Santos e desperdiçava os ataques.

Após o intervalo, ao ver o adversário adiantar a marcação, o Grêmio caiu de produção. As falhas aumentaram e custaram os três pontos. No gol de empate, Matheus Peixoto subiu entre Cortez e Rodrigues para cabecear.

Lucas Araújo falhou no lance que originou o pênalti do Juventude — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Lucas Araújo falhou no lance que originou o pênalti do Juventude — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Os problemas do sistema defensivo se somaram aos erros de passes. Apesar do gramado irregular, o time comandado por Alexandre Mendes falhou em 72 passes ao longo da partida. Nove deles com Darlan e outros sete de Lucas Araújo.

Em uma das falhas de Araújo, ele entregou a bola para Guilherme Castilho. O meia observou o posicionamento rival e lançou Marcos Vinicios. O atacante teve espaço para invadir a área e ser derrubado por Vanderson e Ruan. Pênalti, que Eltinho só teve o trabalho de deslocar Brenno.

O auxiliar-técnico Alexandre Mendes comentou sobre os equívocos apresentados em entrevista coletiva. Entretanto, evitou responsabilizar alguém. Ponderou que o sistema defensivo não cumpriu a missão e o Grêmio acabou superado.

Garoto Pedro Lucas sofreu para armar o time com a marcação do Juventude — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Garoto Pedro Lucas sofreu para armar o time com a marcação do Juventude — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

– Se não houvesse falha no futebol, não sairia gol. A partir do momento que erra, outro tem que fazer a cobertura. Quando um erra, erram todos. Não se direciona a um. Se houve falha no passe, houve falha na cobertura. Temos que direcionar o treinamento para dar confiança para jogar – atestou.

Alexandre Mendes, que voltará a dividir a comissão com Renato a partir desta sexta, terá a reapresentação e sábado para corrigir os problemas apresentados na Serra de olho na próxima rodada.

O Grêmio volta a campo no domingo, quando recebe o Pelotas às 22h na Arena. O Tricolor ocupa o terceiro lugar do Gauchão com 10 pontos e um jogo a menos.



Veja também