Jogadores tidos como “cascudos” no Grêmio, aqueles mais experientes, tiveram um desempenho abaixo na última quarta-feira contra o São Luiz, pelo Gauchão. Assim, coube aos garotos evitarem a derrota no empate em 2 a 2 no estádio Vermelhão da Serra, em Passo Fundo.

Na última noite, foram a campo Victor Ferraz, David Braz e Everton. O trio disputou seu primeiro jogo após o período de recesso que parte do grupo do Grêmio teve. Além de Lucas Silva e Cortez. O restante da equipe era formado só por jovens oriundos das categorias de base ou do time de transição.

Evertonfoi escolhido para fazer a ponta esquerda e pouco ofereceu para a equipe. No primeiro gol sofrido, demorou a ajudar Cortezna marcação. Foi por ali que o São Luiz mais atacou. O lateral também esteve abaixo, mesmo com ritmo de jogo, pois acumulou minutos como capitão do elenco de jovens.

Lucas Silvafoi bastante regular dentro dos 90 minutos. Tinha a responsabilidade de cobrar as faltas, todas sem perigo. Na defesa, David Brazteve dificuldades para combater os contra-ataques velozes do São Luiz.

Léo Chú comemora gol de empate do Grêmio contra o São Luiz junto de Cortez e David Braz — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Léo Chú comemora gol de empate do Grêmio contra o São Luiz junto de Cortez e David Braz — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Victor Ferraz, que pouco entrega ofensivamente desde a temporada passada, falhou na marcação do segundo gol sofrido. Deixou Paulinho Santos livre na pequena área.

Braz e Ferraz, inclusive, fazem parte de uma lista de atletas que o Grêmio facilmente liberaria para outros clubes em caso de interesse. É o caso do zagueiro, que recebeu uma sondagem do Fluminense. E o lateral agora tem a concorrência de Vanderson e Rafinha.

Apesar dos “cascudos” apresentarem uma atuação abaixo, a avaliação deve ser mais flexível. É o que apontou o auxiliar Alexandre Mendes após a partida.

— Temos que avaliar com mais precisão. Estão vindo de férias e se encontram no primeiro dia de jogo praticamente. Não podemos fazer uma avaliação criteriosa a partir do momento que esses atletas jogaram apenas um jogo. Então, metade dessa equipe que foi a campo hoje, tivemos problemas de adaptação, de campo. No decorrer das partidas, a partir do momento em que forem utilizados, eles vão produzir mais com certeza — comentou Mendes.

Léo Pereira arranca para superar adversário e marcar para o Grêmio — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Léo Pereira arranca para superar adversário e marcar para o Grêmio — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Jovens dão conta do recado

Assim, coube novamente aos garotos o protagonismo. Foram eles que evitaram uma derrota para o São Luiz, principalmente sob a batuta de Darlan. O volante tomou para si o papel de criar as principais jogadas de ataque do time.

Durante todo primeiro tempo, tentou lançamentos longos para aos atacantes. Num deles, o colega Léo Pereiraaproveitou para abrir o placar. Inclusive foi seu primeiro gol como profissional e também pelo clube que está emprestado até o final do ano – ele pertence ao Ituano.

Léo Chú comemora primeiro gol como profissional do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Léo Chú comemora primeiro gol como profissional do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Victor Bobsintambém teve uma atuação chamativa. Porém, muito mais na parte defensiva, onde se mostrou atento e com êxitos em interceptações. Mas sentiu o ritmo do jogo antes de ser substituído.

Ao fim, Darlan apareceu outra vez dando um toque por cima de Lucas Carvalho, deixando LéoChúlivre para empatar. O “gremista fanático” bateu rasteiro e acendeu fagulhas do que apresentou no Ceará na última temporada.

Sobraria tempo para Brenno fazer duas boas defesas antes do apito final. O Grêmio agora passa a pensar no clássico Gre-Nal do próximo sábado, na Arena, a partir das 22h15, também pelo Gauchão. O elenco treina às 16h desta quinta-feira no CT Luiz Carvalho.



Veja também