O fim de semana se abre como uma nova chance para Thiago Neves. Levado ao ostracismo em seu início no Grêmio, o meia tem ganhado minutos em campo progressivamente nas últimas partidas. Pode até começar o jogo contra o líder Vasco, no domingo, às 16h. Mas o cartaz com a torcida, no momento, não é dos melhores.

Nas quatro rodadas disputadas do Brasileirão até aqui, o camisa 10 gremista só não entrou na partida contra o Corinthians. Segundo o técnico Renato Gaúcho, um erro do quarto árbitro no novo processo de substituições impediu a entrada do jogador no empate por 0 a 0.

Contra Flamengo, na última quarta, e o Ceará, na semana passada, Thiago atuou cerca de 20 minutos. No Maracanã, teve sete passes certos e dois incompletos.

Thiago Neves em campo contra o Flamengo — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Thiago Neves em campo contra o Flamengo — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Na estreia, contra o Fluminense, jogou cerca de 10 minutos. Aos poucos, ganha tempo em campo para cumprir a promessa do treinador, que garante maior aproveitamento do atleta. A última vez como titular foi em 15 de março, na vitória sobre o São Luiz, na Arena, antes da paralisação do futebol.

— Thiago Neves é diferenciado e ficou cinco meses sem jogar. Um garoto de 20, 25 anos, não vai jogar naquela intensidade. De vez em quando baixa um pouco, aí entra a experiência. Thiago entrou bem, vai se readaptando, buscando o ritmo que é necessário — destacou Renato após o empate com o Flamengo.https://1719c48a568a95a4d1f848633e829db0.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

O rendimento em campo tem feito de Thiago um alvo da torcida do Grêmio. Especialmente nas redes sociais, atualmente o principal canal de manifestação, já que as arquibancadas estão vazias.

No domingo, às 16h, o Grêmio enfrenta o agora líder Vasco em São Januário. Renato deve preservar vários titulares para a final do Gauchão, na próxima quarta, contra o Caxias.

Assim, há espaço para Thiago Neves manter a progressão e ampliar a presença em campo. Thaciano e Robinho também são alternativas para o meio-campo.

Renato, responsável por bancar a contratação do meia, mantém a confiança intacta. A boa fase de Diego Souza, artilheiro do ano com 9 gols, vira exemplo para acreditar na recuperação de Thiago Neves.

— Quando trouxemos ele (Thiago Neves) e o Diego, criticaram. Aí está o Diego. Não é surpresa. Daqui a pouco vai ser com o Thiago também. Não se faz equipe somente com garotos, tem que mesclar — completou Renato.



Veja também