Vinícius Costa/BP Filmes

As oscilações do Grêmio na temporada podem ser representadas em um jogador: Alisson. De reserva a titular, de substituto natural de Ramiro a contestado pela torcida, ele foi mantido por Renato Gaúcho na meia-direita apesar das fracas atuações no Brasileirão. E retribuiu a confiança com um gol na vitória por 2 a 0 sobre a Universidad Católica, nesta quarta-feira, que classificou o time às oitavas de final.

Alisson se lesionou logo na estreia do Gauchão, contra o Novo Hamburgo, e ficou fora da equipe por quase dois meses. Na reta final da competição, assumiu a titularidade e ajudou a reequilibrar o sistema tático do time. Porém, na abertura do Brasileirão, falhou no gol de Felipe Jonatan que redundou na derrota por 2 a 1 para o Santos, e ainda foi substituído por Marinho na virada para o Fluminense por 5 a 4.

Alguns torcedores queriam que a mudança fosse definitiva, mas Renato bancou o meia e o escalou na Libertadores. O jogador assumiu a responsabilidade e foi um dos melhores em campo contra os chilenos:

– Sabíamos que tinha que manter concentração. Infelizmente, domingo, foram 35 minutos excepcionais, mas vimos que o problema não é só nosso – disse, comparando o jogo contra o Flu com as viradas ocorridas nas semifinais da Liga dos Campeões. – Foi a semana dos moles. O Barcelona tomando quatro, o Ajax tomando virada. Hoje (quarta), mantivemos 90 minutos de concentração.

Dos 26 jogos na temporada até aqui, Alisson esteve em 14. Marcou dois gols: este, que classificou o time na Libertadores, e outro que colocou o Grêmio na final do Gauchão. É a maneira encontrada para agradecer ao grupo pela confiança depositada nele apesar das falhas.

– Sou um cara que me cobro muito. Na partida contra o Santos, na minha falha, conseguiram fazer o gol. Nada me abalou. Continuei trabalhando, tenho confiança dos companheiros, do Renato. Sempre tento dar o meu melhor. É a cara do Grêmio. Todo mundo se doou. Conquistamos nosso primeiro objetivo na temporada.

Como promete força máxima, Renato deve manter o jogador no time titular que enfrenta o Corinthians, neste sábado, às 19h. As ausências são Jean Pyerre e Cortez, que devem dar lugar a Luan e Juninho Capixaba. O volante Matheus Henrique também deve retornar no lugar de Michel, autor do lançamento que culminou no gol de Alisson. Outro exemplo de que, assim como estão em baixa, o grupo gremista sabe como dar a volta por cima.



Veja também