A história recente do Grêmio na Libertadores aponta três disputas de semifinais seguidas e um título. É o suficiente para o meia-atacante Alisson pedir mais respeito ao time gaúcho na decisão da vaga à final da competição sul-americana de 2019, diante do Flamengo, na próxima quarta-feira.

Na tarde desta segunda-feira, após o treino tricolor no CT do Fluminense, o jogador foi perguntado sobre a onda de elogios e avaliações feitas sobre o Rubro-Negro, atual líder do Brasileirão com vantagem de 10 pontos. Ele rebateu em defesa dos comandados de Renato Gaúcho.

Alisson em entrevista coletiva — Foto: Eduardo Moura
  • Não somos bobos, sabemos a qualidade que eles (Flamengo) têm. Mas o Grêmio merece um pouco mais de respeito das pessoas de fora. Muita gente fala que o Flamengo já está na final, no Mundial também. Como alguns também falam que o Grêmio vai passar. Mas aqui mantemos os pés no chão, para chegar lá em campo e demonstrar novamente, não para as pessoas, mas para nós, que temos capacidade – destacou o meia gremista em entrevista coletiva.

A qualidade do ataque carioca, especialmente com Gabigol e Bruno Henrique, também foi explorada. Alisson evitou as individualidades e destacou o conjunto do Flamengo. Mas lembrou a classificação gremista fora de casa sobre o Palmeiras, nas quartas de final.

  • Eles vêm jogando muito bem, a prova disso é que são líderes do Brasileiro. Nossa equipe tem muita qualidade também. Não à toa que estamos em uma semi novamente. Levamos dificuldade para São Paulo (contra o Palmeiras) e conseguimos. Vai ser uma grande partida, tomara que a gente possa estar na final novamente – afirmou.

O Grêmio volta a treinar na tarde de terça, novamente no CT do Fluminense, com portões fechados. O provável time para enfrentar o Flamengo, às 21h30 de quarta, pela semifinal da Libertadores, tem: Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Matheus Henrique, Thaciano (Michel), Alisson e Everton; Diego Tardelli.



Veja também