Depois de contratar Douglas Costa, o Grêmio procurou informações sobre a situação do meia-atacante Alex Teixeira. Livre no mercado após o Jiangsu Suning encerrar as atividades na China, o atleta teve o nome debatido internamente no clube gaúcho. Mas a ideia do atleta é esperar algum movimento de clubes da Europa.

Alex Teixeira foi campeão chinês na temporada 2020, mas o Jiangsu fechou as portas após os donos não encontrarem nenhum comprador para o clube. O jogador, assim, está livre, mas tem interesse em continuar fora do Brasil. Ao ge, foi citado o mercado turco como exemplo de possíveis interessados.

Ao mesmo tempo, o Grêmio tem conhecimento da intenção do jogador. Internamente, várias lideranças defenderam a investida no meia-atacante, inclusive Douglas Costa, que tem mesmo empresário de Teixeira. A ideia seria reforçar o elenco para buscar o título do Brasileirão.

Alex Teixeira e Eder comemoram gol do Jiangsu Sunning — Foto: AFP

Alex Teixeira e Eder comemoram gol do Jiangsu Sunning — Foto: AFP

Uma tentativa, portanto, fica atrelada à situação de Alex Teixeira em outros mercados. O Tricolor, em contato com o ge, negou qualquer conversa com o jogador nas figuras do vice de futebol Marcos Herrmann e do CEO Carlos Amodeo. Mas sabe que os valores são altos para o padrão brasileiro.

Aos 31 anos, o meia-atacante encerrou a temporada de 2020 com 10 gols marcados em 20 jogos disputados.

Alex Teixeira atuou junto com Douglas Costa no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. O atacante foi revelado pelo Vasco e está fora do Brasil desde 2009. Atuou no clube ucraniano entre 2010 e 2016. Os últimos cinco anos foram na China.



Veja também