O Grêmio realizou na noite desta segunda-feira a aprovação das duas chapas que disputam a eleição para presidência do clube no triênio 2023/2025, lideradas por Alberto Guerra e Odorico Roman. Ambas ultrapassaram os 20% dos votos necessários dentro do Conselho Deliberativo para avançar ao pleito do próximo sábado, quando ocorrerá a votação dos sócios.

No total, 307 conselheiros exerceram o voto no primeiro turno dentro de 343 aptos. A Chapa 1, de Odorico, recebeu 126 votos (41%), enquanto a Chapa 2, de Guerra, teve 172 votos (56%). Houve nove votos em branco (3%).

Odorico Roman e Alberto Guerra, candidatos a presidente do Grêmio — Foto: Luciano Amoretti/Grêmio

Odorico Roman e Alberto Guerra, candidatos a presidente do Grêmio — Foto: Luciano Amoretti/Grêmio

Agora, os dois presidenciáveis disputam a eleição com a participação direta dos associados. No sábado, o segundo turno ocorre das 10h às 17h, na Arena do Grêmio. A votação pode ocorrer de maneira presencial ou on-line.

Estão aptos a votarem os sócios com no mínimo 16 anos completos até o dia da eleição, pertencentes ao quadro social há mais de dois anos, ininterruptamente, e em situação regular com o Grêmio nos 12 meses anteriores à realização da eleição.



Veja também