Afastado do grupo principal do Grêmio por conta de um impasse em sua renovação contratual, o atacante Ferreira está na mira do Athletico. Conforme apurado pelo GloboEsporte.com, o Furacão apresentou uma proposta de R$ 5 milhões por 50% dos direitos do atacante.

O garoto de 22 anos tem contrato com o Grêmio até junho de 2021. A direção apresentou uma proposta de renovação até 2023, mas o acordo esbarrou nos valores.

O Tricolor ofereceu salários de R$ 30 mil em 2020, R$ 35 mil em 2021 e R$ 40 mil em 2022 e 2023, além de um bônus por participação em jogos que pode chegar a R$ 200 mil por temporada.

Os valores não agradaram aos representantes do jogador. A proposta do Athletico seria mais vantajosa, com salários na casa dos R$ 150 mil, além de um R$ 1 milhão em luvas

Ferreira, atacante do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Ferreira, atacante do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Por conta do impasse, Ferreira foi afastado para o time de transição (sub-23) até que a situação se resolva e ficou de fora da lista de inscritos pelo clube gaúcho na Libertadores, divulgada neste sábado. O Grêmio chegou a divulgar uma lista com o nome do atacante, mas depois corrigiu o erro.

Antes da partida deste sábado contra o Juventude, pela abertura do returno do Campeonato Gaúcho, o presidente Romildo Bolzan explicou o afastamento do jogador e disse que o clube mantém as negociações para a renovação de contrato.

– Não é dificuldade, são negociações. Dificuldade nas negociações seria o termo mais correto, nós não chegamos a um ponto final. É bom que se diga que a gente antecipou a renovação de contrato porque temos que valorizar o jogador. Queremos que ele fique conosco, queremos segurança para nós e para ele. Não foi possível chegar ainda nesse ajuste. Não havendo isso, o Grêmio resolveu deixá-lo preservado. Isso também resguarda a nós, principalmente – afirmou.



Veja também