Diego Vara / Agencia RBS

O primeiro rival do Grêmio na Copa Libertadores da América está em crise. Com sete jogos sem vitória, sendo quatro derrotas e três empates, o Rosario Central anunciou neste sábado (23) a demissão do técnico Edgardo Bauza.

Na sexta-feira (22), pela 20ª rodada da Superliga Argentina, o Rosario foi derrotado pelo Lanús, fora de casa, por 2 a 0. Após a partida, Bauza chegou a dizer que “se não me querem aqui tenho passagem para Quito”. O treinador foi campeão pela LDU de Quito, em 2008, contra o Fluminense, à época treinado por Renato Portaluppi.

Campeão da Copa Argentina do ano passado com o Rosario, o treinador de 61 anos se reuniu na manhã deste sábado, com o presidente Rodolfo Di Pollina e o segundo vice-presidente Martín Lucero e o acordo para sua saída foi fechado.

O Rosario Central atualmente está em 18º lugar no Campeonato Argentino, com apenas 21 pontos, sete a mais que o Argentinos Juniors, 26º e último colocado. Na próxima terça-feira (26), a equipe fará sua estreia na Copa Argentina contra o Sol de Mayo e será comandada interinamente pelo ex-lateral-direito Paulo Ferrari.

Segundo o jornalista Tomás Dvoretzky, da Eco Radio FM de Rosario, Pablo Sánchez, que treinou o próprio Rosario em 2008, e Diego Cocca, técnico que comandou o Racing em 2017 e atualmente estava no Tijuana, do México, são os cotados para assumir a vaga deixada pelo ex-treinador do São Paulo em 2016 e da Seleção Argentina.

Grêmio e Rosario Central se enfrentam no dia 6 de março, no Estádio Gigante de Arroyito. A partida marcará a estreia das duas equipes no Grupo H da Copa Libertadores da América.



Veja também