Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Um trio de, por ora, reservas do Grêmio terá a chance ganhar pontos com o técnico Renato Gaúcho. Caio Henrique, Thiago Neves e Pepê devem ser testados no provável time a ser escalado contra o Juventude, no próximo sábado, na Arena, pelo Gauchão. Uma boa impressão poderá ser determinante para a chance chegar entre os titulares na estreia pela Libertadores, na próxima terça, contra o América de Cali.

Depois de perder o título do turno gaúcho para o Caxias, o planejamento gremista de se garantir na final do Estadual desabou. Apesar disso, no entanto, a chance de utilização de reservas em partidas do Gauchão se mantém para o segundo turno.

Dos que devem atuar na Arena, o trio Caio Henrique, Thiago Neves e Pepê surge na briga por titularidade de maneira mais sólida. São os principais nomes se Renato mantiver a estratégia já utilizada nos últimos anos do clube de preservação dos titulares antes de decisões eliminatórias.

Além, claro, da possível presença de Geromel, mera ocasião. O zagueiro está recuperado de cirurgia no joelho direito e precisará ganhar ritmo de jogo para retomar sua titularidade para a Libertadores. Por isso deve estar em campo contra o Juventude, já que David Braz está suspenso.

Disputa na lateral

Depois de um bom ano pelo Fluminense, Caio Henrique iniciou 2020 como o titular da seleção brasileira no título o Pré-Olímpico. Perdeu a vaga durante a competição, mas encerrou entre os 11 principais nomes do Brasil.

Caio já admitiu que tem Cortez como referência e que a briga é sadia pela titularidade no Grêmio. Ainda assim, viu o colega ser substituído nos últimos três jogos do Tricolor. Curiosamente, as duas mais recentes para o próprio Caio – que tem 54 minutos somados disputando o Gre-Nal e a derrota para o Caxias.

Cortez foi substituído por Caio Henrique na derrota por 1 a 0 para o Caxias — Foto: Lucas Bubols/GloboEsporte.com

Cortez foi substituído por Caio Henrique na derrota por 1 a 0 para o Caxias — Foto: Lucas Bubols/GloboEsporte.com

O camisa 10

Alvo de incontáveis polêmicas no rebaixamento do Cruzeiro em 2019, Thiago Neves busca no Grêmio uma redenção e novos ares. Só que dentro de campo ainda tem patinado nas primeiras oportunidades. Com a lesão Jean Pyerre, o atual camisa 10 gremista ainda não se firmou, mesmo tendo recebido quatro chances nos últimos quatro jogos.

Já foram 112 minutos em campo, sem assistência nem gol — acertou uma cabeçada na trave no Gre-Nal. Se começar como titular, deverá ganha mais minutos com a camisa tricolor e a chance de pegar ritmo de jogo enquanto Jean Pyerre aprimora a parte física para estrear.

Thiago Neves em estreia pelo Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Thiago Neves em estreia pelo Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Novo fôlego no ataque

Pepê tem histórico semelhante ao colega Caio Henrique. No ano passado, também teve bom desempenho: 13 gols em 51 jogos pelo Grêmio. Em 2020, já balançou as redes três vezes, todas pela seleção brasileira na conquista do Pré-Olímpico.

Entretanto, só jogou pelo Tricolor nesta temporada alguns minutos no final do Gre-Nal. Diante do Caxias, ficou no banco de reservas — sua ausência inclusive foi muito criticada pela torcida gremista nas redes sociais. Agora, contra o Juventude, será a chance de comprovar seu bom início também pelo clube que atua.



Veja também