Acompanhado da família, Lucas Silva fala sobre recomeço no Grêmio: “Falta uma Libertadores”

Volante recebe camisa 16 e fala sobre período sem atuar desde rescisão com Real Madrid

11 de janeiro de 2020 - Às 14:13
Foto: Eduardo Moura

Reforço do Grêmio para 2020, o volante Lucas Silva foi apresentado oficialmente na manhã deste sábado pelo clube gaúcho. Acompanhado da família no CT Luiz Carvalho, o atleta de 26 anos explicou as razões por ter escolhido o Tricolor para tentar seu recomeço no futebol após seis meses sem atuar. O meio-campista citou a intenção de ganhar a Libertadores em Porto Aletre, depois das conquistas de Brasileiro e Copa do Brasil no Cruzeiro.

Na minha vida, tudo aconteceu muito rápido. Com 20 anos ganhei meu primeiro Brasileiro, bi da Copa do Brasil. Falta uma Libertadores. Agora aqui no Grêmio, obcecado pela Libertadores, quero colocar ela no meu currículo também (Lucas Silva)

Lucas rescindiu contrato com o Real Madrid em agosto e está livre no mercado, sem clube, desde então. Sua última partida ocorreu em junho, pelo Cruzeiro, no fim do seu empréstimo aos mineiros. A rotina foi de exercícios e treinamentos para não perder a forma física. O período na Europa não foi exatamente como esperado para o meio-campista, mas o rendimento mostrado em Belo Horizonte o satisfez.

– Não só no futebol, como em várias outras profissões, se vive altos e baixos. Aí de fato quando se tem uma queda ou um rendimento não esperado que a gente se prova competente. O momento na Europa talvez não foi o que eu esperava, mas meu retorno ao Cruzeiro demonstrou meu mais alto nível, conquistando duas Copas do Brasil – destacou ao lado do executivo Klauss Câmara.

– Logo que tive a rescisão com o Real continuei treinando com um preparador físico, em Madri e no Brasil, para não perder parte física e muscular. Com a pré-temporada, estou apto a estrear o mais rápido possível – completou Lucas Silva.

Teodoro, sobrinho de Lucas Silva, já com a camisa do Grêmio — Foto: Eduardo Moura

Teodoro, sobrinho de Lucas Silva, já com a camisa do Grêmio — Foto: Eduardo Moura

Lucas recebeu a família neste sábado para acompanhar sua apresentação. Estiveram na sala de imprensa do CT Luiz Carvalho o pai, Miguel, a mãe, Ana Maria, a irmã, Lorraine, e o irmão, Leandro, o cunhado, Matheus, e seu sobrinho, Teodoro, de apenas oito meses, já vestido com a camisa do Grêmio. Eles ficarão alguns dias em Porto Alegre para ajudar o volante na adaptação e depois retornam para Itumbiara.

– Confesso que tive duas ligações que chamaram atenção: o Alisson, que atuei no Cruzeiro, e o Klauss, que trabalhei no Cruzeiro. Me disseram como era o clube, organizado, estruturado, e isso chama atenção de grandes jogadores que sempre querem atuar em clubes assim. E na parte técnica pelo Renato ser um grande treinador e já querer trabalhar com ele há tempo. E pelo futebol que vem mostrando nos últimos anos, um time técnico e que se encaixa no meu perfil – explicou Lucas Silva.

Além de Lucas Silva, o Grêmio também contratou o lateral-direito Victor Ferraz. Caio Henrique está próximo de ser anunciado, e Vanderlei, do Santos, é o alvo para o gol – embora o Atlético-MG tenha entrado na negociação.



Veja também