A pedido de Renato, Grêmio faz consulta por Jadson mas valores ‘assustam’

Jadson está livre no mercado após rescindir com time chinês, mas pede valor alto

21 de janeiro de 2017 - Às 09:44

Na semana passada, o Grêmio demonstrou interesse pelo meia Jadson, livre no mercado após rescindir com o Tianjin Quanjian-CHN. A conversa ficou em um estágio inicial e não progrediu devido aos valores exigidos para um acordo.

A busca por Jadson, 33 anos, foi revelada por Renato Gaúcho, nesta sexta-feira (20), em entrevista coletiva.

“Eu nem deveria falar, mas semana passada estava livre era o Jadson. Quem não queria o Jadson? Mas é aquele negócio, um nome que não faça o clube cometer loucuras. A diretoria gosta dos nomes que eu passo, o problema é a parte financeira. Algum torcedor falaria ‘Jadson não’? Claro que não, ele é craque”, disse Renato.

A conversa entre Grêmio e Jadson não prosperou por conta das cifras envolvidas. “Valores proibitivos” alijaram as tratativas e o clube gaúcho sequer avançou. Os valores seriam: salários de aproximadamente R$ 600 mil e luvas de R$ 10 milhões em vínculo de três temporadas.

O nome de Jadson foi apontado por Renato e pela comissão técnica como um dos reforços que poderia catapultar o elenco do Grêmio a outro patamar. O treinador ainda espera um ou dois nomes que causem esse efeito.

“Não vamos fazer loucura também, trazer um ou dois e atrasar salários. Esse grupo aqui merece receber em dia, e o Grêmio paga em dia, não tem nada atrasado”, comentou Renato Gaúcho.

Até aqui, o Grêmio acertou cinco contratações para 2017: Michel, volante ex-Atlético-GO, Leonardo e Léo Moura, laterais egressos de Boa Esporte e Santa Cruz, Jael, ex-Joinville e Beto da Silva, ex-PSV da Holanda.

Fonte: UOL



Veja também