A ‘caixinha’ de Renato Gaúcho está de volta

3 de julho de 2013 - Às 15:42

Em sua passagem anterior pelo Grêmio em 2010, Renato Gaúcho foi conhecido por utilizar a chamada ‘caixinha’, que servia como cobrança aos jogadores. Ao invés de palavras ou outras punições, cobranças financeiras, com muito humor, eram feitas. E em sua entrevista nesta Terça-feira, ele confirmou a volta da ‘caixinha’:

“Não sei como estão as coisas, se tinha ou não tinha caixinha agora. Mas é bom. Ela vai voltar. Porque é necessário ter horários em todo lugar. Começa ali o trabalho. E é bom mexer no bolso do jogador. O jogador sente é quando mexe no bolso. Se mexer ali ele acorda. Espero que não precise, mas vai voltar”, disse Renato.
Em sua passagem entre 2010 e 2011, vários jogadores caíram na caixinha, por expulsão, por se atrasar a treinos ou não se reapresentar com os demais atletas. E em certa vez, até mesmo Renato pagou a caixinha, já que se atrasou em treinamento por dar autógrafos.
E o dinheiro da caixinha fica com o capitão do time. No final do ano, o grupo organiza um churrasco com o dinheiro arrecadado com as multas da caixinha. O que sobrar, é doado a instituições de caridade.
“É assim em qualquer lugar. Se você se atrasar, a sua empresa não vai descontar de você?”, indagou o técnico aos jornalistas. “Então, nada mais justo”, concluiu.
Adaptado de UOL Esporte

Você concorda com a caixinha de Renato?



Veja também