Na estreia de Felipão, Grêmio perde o Gre-Nal 402


Na tarde deste domingo, o Tricolor visitou o Inter no clássico Gre-Nal 402 pela 14ª rodada do Brasileirão, que marcou também a estreia do técnico Felipão no comando do Grêmio.
E neste primeiro clássico no novo Beira-Rio, o Inter levou a melhor ao vencer por 2 a 0, com gols de Aránguiz e Cláudio Winck. A partida não foi de muitas emoções na primeira etapa, porém, o Inter acabou acertando dois lances no segundo tempo, saindo com a vitória.

Escalação inicial: Marcelo Grohe, Ramiro, Werley, Rhodolfo e Pará; Wallace, Fellipe Bastos, Giuliano e Rodriguinho; Dudu e Barcos.
Reservas: Tiago, Matias Rodriguez, Geromel, Breno, Edinho, Riveros, Zé Roberto, Alán Ruiz, Luan, Fernandinho e Lucas Coelho.

A partida iniciou logo com a marca do Gre-Nal: Confusão. A primeira falta ocorreu logo com nove segundos de jogo e antes do primeiro minuto, Rodriguinho recebeu cartão amarelo.
O clássico tinha vários passes errados e as equipes abusavam das faltas, ficando desta forma, devendo no ataque.
Torcida do Grêmio fez festa antes do início da partida
A primeira boa chance do Gre-Nal foi de Pará, aos 18 minutos, quando arriscou de fora da área e obrigou Dida a espalmar.
A partida era muito equilibrada. O Inter buscava o ataque, mas esbarrava na boa marcação do Grêmio. O Tricolor tentava valorizar a posse de bola e os atacantes de ambas as equipes pouco apareciam no jogo devido a falta de criatividade de ambos os times.

Aos 37 minutos, em contra-ataque, Dudu recebeu na área livre, mas escorregou e acabou finalizando mal, pela lateral, perdendo ótima oportunidade. A primeira etapa se encaminhou ao final sem mais emoções.

Para a etapa final, Felipão colocou Fernandinho no lugar de Rodriguinho.
O panorama da partida pouco mudou. O Inter mantinha a posse de bola, mas o Grêmio era soberano na defesa. Aos 11 minutos, Fernandinho recebeu passe na cara de Dida e bateu em cima do goleiro, porém o árbitro assinalou impedimento, incorretamente. Mesmo com maior volume de jogo, o Tricolor acabou sofrendo gol.


Aos 16 minutos, Alex tocou para Fabrício, que cruzou para Aránguiz cabecear e abrir o placar.
O time da casa permaneceu melhor no jogo, mantendo mais a posse de bola e administrando o placar. O Tricolor não conseguia reagir e acabou sofrendo o segundo gol aos 38 minutos, quando D'Alessandro lançou Cláudio Winck na área, que bateu na saída de Grohe.

A partida se encaminhou ao final.
Com o resultado, o Grêmio permanece em 11º com dezenove pontos.

1 Comentários

Obrigado pela Visita, Deixe o seu comentário!

Caro visitante, leia as regras abaixo antes de comentar:
- Comente sobre o assunto da postagem;
- Os comentários são liberados, sem necessidade de escrever as letras de confirmação.
- Não faça comentários com xingamentos; Leia nossa regras aqui.

SANGUE AZUL

  1. Grêmio teve uma evolução.. espero que não crucifiquem o felipão.. claro, clássico é clássico mas o felipão além de ter só uma semana para montar um time diferente daquele do Enderson não possui tantos jogadores de qualidade como muitos comentaristas acham por aí.. E o Senhor Giuliano que prometia não se abalar no clássico com vaias simplismente não apareceu.. O que nos resta é sonhar com uma copa do Brasil, mas com os pés no chão e tendo a consciência que esse time não jogara a metade do que o grande time de 95 jogou.

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Popular Items

Regras

Teste