Por Giovani Mattiollo
- Às 06:25
46

Ainda não foi o Rei da América, ídolo do Grêmio. Porém, Luan voltou a ser titular após mais de um mês e provou que o talento não sumiu. E está pronto para reflorescer e dar subsídio ao time em busca de novas conquistas. De preferência nesta temporada.

Fazia tempo. Desde o dia 4 de abril, o camisa 7 não sabia o que era começar uma partida. Na ocasião, o Tricolor perdeu por 1 a 0 para a Universidad Católica, pela Libertadores. No dia seguinte, já em Porto Alegre, Renato Gaúcho revelou que o jogador seria afastado para aprimorar o condicionamento físico.

“Muitas pessoas falam… Todo jogo tenho que fazer gol, mas nem sempre farei uma partida espetacular. Não me preocupo em fazer gol em todas as partidas, mas que o Grêmio ganhe” (Luan)

Em silêncio, o atacante trabalhou para recuperar a confiança do chefe. Ficou no banco em partidas anteriores até ouvir do treinador que seria titular no último sábado em Itaquera, no empate em 0 a 0 com o Corinthians. Após a partida, Luan quebrou o silêncio e falou sobre o período longe do time principal:

– Tinha que trabalhar. Sei que nem sempre você joga bem, mas procuro trabalhar e dar meu melhor, nos jogos e treinamentos. Quero ajudar, mas é decisão dele (Renato Gaúcho). Tenho que trabalhar e voltar. Hoje (sábado) pude ajudar, corri, marquei. Fico feliz por isso e pela entrega do time.

No jogo morno de sábado, Luan acompanhou o desempenho dos outros atletas que estiveram em campo na Arena Corinthians. Foi o gremista que mais tentou criar e acertou uma cobrança de falta na trave que poderia dar a vitória ao Tricolor. Finalizou outras duas vezes, acertou 40 passes e errou oito, conforme o Footstats.

Luan contra o Corinthians

  • 82 minutos jogados
  • 3 finalizações
  • 1 chute na trave
  • 40 passes certos
  • 8 passes errados
  • 2 lançamentos certos
  • 1 lançamento errado
  • 3 desarmes
  • 1 falta cometida

* Fonte: Footstats

O camisa 7 acredita que seu histórico com a camisa do Grêmio lhe torna um dos jogadores mais visados e cobrados para marcar gols e manter o nível das atuações que o consagraram em 2017, quando liderou a equipe no título da Libertadores. Porém, afirma que o fundamental é cumprir as ordens para ajudar o time.

– Muitas pessoas falam… Todo jogo tenho que fazer gol, mas nem sempre farei uma partida espetacular. Eu procuro ajudar e fazer o que o Renato pede. Me movimento. Não me preocupo em fazer gol em todas as partidas, mas que o Grêmio ganhe – declara.

Luan teve atuação discreta contra o Corinthians — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Luan teve atuação discreta contra o Corinthians — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Agora, Luan busca retomar as boas atuações para recuperar a titularidade e não sair mais do time. De preferência já na próxima rodada, quando o time de Renato Gaúcho enfrenta o Ceará. A partida está marcada para o próximo domingo, às 19h, no Castelão, em Fortaleza.

O Grêmio precisa do talento do atacante para sair da situação delicada em que se encontra após quatro jogos. Ainda sem vencer no Brasileirão, o Tricolor soma apenas dois pontos e ocupa o 18º lugar, na zona de rebaixamento. O elenco se reapresenta para treinos na tarde desta segunda-feira, no CT Luiz Carvalho.


Comentários