Por Giovani Mattiollo
- Às 14:05
1

O técnico Renato Gaúcho, do Grêmio, foi submetido a uma cirurgia no coração na manhã deste sábado, em Porto Alegre. O procedimento foi realizado para corrigir uma arritmia cardíaca, que é uma alteração no ritmo das batidas do coração. Segundo previsão dos médicos, o treinador deve ficar dois dias hospitalizado e receber alta na segunda-feira.

A cirurgia foi realizada no Hospital Moinhos de Vento, na capital gaúcha, e durou mais de quatro horas. Logo em seguida, o médico Leandro Zimmermann, responsável pelo procedimento, concedeu uma entrevista coletiva acompanhado do médico do Grêmio, Paulo Rabaldo, para explicar detalhes. Segundo os médicos, a cirurgia foi bem-sucedida, sem maiores problemas.

– O Renato tinha uma arrtmia do coração, chamada fibrilação atrial. Não era algo que causava algum risco imediato de vida. Mas é algo que eventualmente poderia trazer mais problemas no futuro, uma questão de se sentir mal, alguns riscos. Então se optou por fazer esse procedimento, uma cauterização de algumas regiões do coração. Foi absolutamente tranquilo, o resultado foi muito bom. A gente pretendia fazer um isolamento de quatro veias de uma parte do lado esquerdo do coração, isso foi atingido. Ele estpa acordado, conversando, já está brincando – afirmou o médico.

Renato convive com o problema há quatro anos, conforme relato do médico do Grêmio, Paulo Rabaldo. A cirurgia seria feita ao término da temporada passada, em Porto Alegre, mas o treinador teve um quadro de gripe, o que impediu os planos do departamento médico gremista. A previsão inicial é de que o treinador fique dois dias hospitalizado e retome as atividades no Grêmio em uma semana.


Comentários