Por Giovani Mattiollo
- Às 19:33
5

Matheus Beck

Reforço do Grêmio para a temporada, Diego Tardelli teve uma quarta-feira agitada no novo clube. O atacante foi recepcionado pela torcida com festa no aeroporto, fez o primeiro treino com os novos companheiros e foi apresentado oficialmente pelo clube. Após receber a camisa 9 e as boas-vindas dos dirigentes, Tardelli disse que realiza um sonho ao trabalhar com o técnico Renato Gaúcho.

O treinador, que também é um admirador confesso do atacante, teve papel importante na contratação. Assim como Léo Moura, amigo de Tardelli e que avisou o técnico sobre o interesse do atacante em deixar o futebol chinês. Após vários contatos telefônicos e alguns dias de negociações, Tardelli assinou com o clube gaúcho por três temporadas.

– Quero agradecer ao presidente pelo esforço em me trazer ao Grêmio. Agradecer a todos, principalmente ao Renato, uma peça fundamental na minha vinda para cá. O Léo Moura fez um contato comigo, perguntou qual era minha intenção, já que eu estava livre no Brasil. Na mesma hora passou o telefone pro Renato e batemos um papo. É um namoro antigo, desde 2010, que tenho contato com ele. Eu também tinha o sonho de ser treinador por ele. Ainda mais em um time como o Grêmio, como vem jogando nos últimos anos. Graças a Deus deu certo – afirmou.

Tardelli afirmou que ainda precisa de uns dias para readquirir o condicionamento físico, já que não atua desde novembro. Sobre sua posição favorita no ataque, disse que pode atuar em todas as posições do ataque e está à disposição do treinador.

– Depende do Renato. Ele conhece minha característica. Tenho a facilidade de jogar pelos lados. Na China, eu era quase um meia pela minha mobilidade, movimentação. Agora é com o Renato. Brigar, mas com respeito. Quero me preparar. Depende dele. Quero estar focado e preparado para ter uma temporada muito boa aqui – acrescentou.

Diego Tardelli vai vestir a 9 do Grêmio  — Foto: Matheus Beck

Diego Tardelli vai vestir a 9 do Grêmio — Foto: Matheus Beck

Foram cerca de 500 torcedores na recepção no Aeroporto Salgado Filho. O atacante desceu em voo fretado e saiu para o portão do local para cumprimentar os torcedores. Vestiu camiseta de torcida, ganhou afagos e falou para a TV do Grêmio sobre o momento.

– Isso não tem preço, o carinho. Não esperava que ia ter tantos torcedores. Isso é só o começo, estou ansioso, querendo jogar, encontrar todos eles no estádio, com gols e vitórias. É só o começo – apontou Tardelli.

Depois, rumou direto para o Centro de Treinamentos Presidente Luiz Carvalho. O atacante realizou exames médicos antes de ir ao gramado. Na sequência, correu em volta do campo por 10 a 15 minutos e fez um trabalho físico de alongamento.

O atacante é o quinto reforço do Grêmio para a temporada. Antes, o Grêmio contratou o goleiro Julio César, o volante Rômulo, o meia Walter Montoya e o atacante Felipe Vizeu. Com a chegada de Tardelli, a saída de Jael fica mais próxima.

Revelado pelo São Paulo, o Grêmio será seu 10º clube. Também defendeu o Bétis, São Caetano, PSV, Flamengo, Atlético-MG, Anzhi (Rússia), Al-Gharafa (Catar) e Shandong Luneng, seu clube mais recente.

Acumula duas Libertadores (2005 e 2013), Mundial de Clubes (2005), Recopa (2014), Brasileirão (2007) e Copa do Brasil (2014) como principais conquistas. No Galo, clube que tentava sua contratação neste início de 2019, marcou 110 gols em 219 partidas e é ídolo da torcida.


Comentários