Por Giovani Mattiollo
- Às 12:10
43

Foto: Lucas Uebel

O atacante Diego Tardelli comemorou a vitória, por 3 a 1, sobre o Rosario Central, na Arena, como um retorno do Grêmio a disputa por uma das vagas para as oitavas de final da Libertadores e lembrou da importância dos resultados do grupo H da Libertadores. Com a derrota da Universidad Católica para o Libertad, por 3 a 2, no Chile, o tricolor ficou a dois pontos dos chilenos que ocupam a segunda posição. Com os paraguaios classificados, restam duas partidas, com um confronto direto contra o Universidad, para o fim da fase de grupos.

“A vitória nos deixa vivos na competição. O importante era fazer a nossa parte e pensar lá na frente depois. Hoje foi um grande dia. Demonstramos que estamos vivos na competição, que temos um grupo muito forte e que não serão um ou dois que vai nos deixar para baixo. Feliz pelo momento”, ressaltou.

Apesar de deixar o gramado no segundo tempo com um problema físico, Tardelli se colocou à disposição de Renato Portaluppi para atuar na primeira partida da decisão do Gauchão no domingo, no estádio Beira-Rio.

“Estou bem fisicamente. O mais importante agora é descansar e ganhar o ritmo de jogo. O Renato tem um grupo muito grande, com jogadores de qualidade, por isso ele faz esse rodízio, que, às vezes, atrapalha por não ter uma sequência de jogo. Se precisar, domingo estou à disposição”, declarou.

O atacante comentou ainda como foi atuar pela direita de ataque do Tricolor ao lado de André e Everton. Tardelli lembrou que atuou na função em 2013, quando jogava pelo Atlético-MG.

“Era eu pela direita, o Bernard, pela esquerda, e o Jô posicionado. Fiquei super à vontade e, aos poucos, vou me encaixando. Precisando um pouco mais de ritmo de jogo para não sair com câimbra com 15 ou 20 minutos (do segundo tempo)”, afirmou.

O Grêmio volta aos treinamentos nesta quinta-feira, às 15h30min, no CT Luiz Carvalho. Na sexta, trabalho no mesmo horário e local. No sábado, a última atividade antes do Gre-Nal está marcada para as 9h30min. O clássico ocorre no domingo, às 16h, no estádio Beira-Rio.


Comentários