Qual é o verdadeiro Grêmio de 2019? A campanha impecável no Gauchão tem iludido o torcedor por apontar um suposto caminho da glória? Na Libertadores, a situação se inverte, o time não se encontra e sofre jogo após jogo.

As dúvidas começam a aumentar. Afinal, até pouco tempo caracterizado por um futebol que encantava, entre os melhores do país, o Tricolor desfila pelo estadual, mas sofre na maior competição do continente.

Por mais que se busque blindar o vestiário dos questionamentos, há o reconhecimento do débito em campo. O afastamento de Luan do grupo para aprimorar o condicionamento físico, como revelado por Renato Gaúcho na coletiva da última sexta-feira, é um dos sintomas.

A oscilação precisa ser freada. Até por isso, o treinador pede o carinho da torcida neste domingo, quando decide uma das vagas na final do Gauchão, diante do São Luiz, na Arena. Na próxima quarta, espera o mesmo contra o Rosario Central, pela Libertadores.

Renato Gaúcho surpreendeu ao conceder entrevista coletiva na sexta — Foto: Tomás Hammes/GloboEsporte.com

Renato Gaúcho surpreendeu ao conceder entrevista coletiva na sexta — Foto: Tomás Hammes/GloboEsporte.com

– Não é que preocupe, mas sei que precisamos melhorar. Talvez o Grêmio seja um pouco culpado por ter deixado o torcedor mal acostumado. Chega em todas as competições. Ele (torcedor) sabe que pode confiar. Mas, mais do que nunca, é importantíssima a presença no domingo, para chegarmos a mais uma final do estadual. Na segunda, pensamos na Libertadores – discursou Renato.

Números comprovam discrepância

Às vésperas do confronto contra o São Luiz, que pode colocá-lo em mais uma decisão, o Grêmio não sabe o que é perder no Gauchão. Longe disso. A equipe mostra soberania na competição. Em 14 partidas, faz campanha próxima à perfeição.

Acumula 10 vitórias e quatro empates, com 80,95% de aproveitamento. O Inter, que é quem tem rendimento mais próximo, está com 66,66%. Balançou as redes em 35 oportunidades e só foi vazado uma vez, no empate em 1 a 1 com o Aimoré, no longínquo 23 de janeiro, em partida válida pela segunda rodada.

Só que quando a muda a competição… O cenário na Libertadores causa desconforto. Passadas três rodadas, a equipe não ganhou um jogo sequer. Empatou na estreia com o Rosario Central e depois acumulou fracassos diante de Libertad e Universidad Católica. Só fez um gol e levou três, vazado em todas as partidas.

Gauchão x Libertadores

Gauchão Libertadores
Partidas 14 3
Vitórias 10
Empates 4 1
Derrotas 2
Gols pró 35 1
Gols contra 1 3
Aproveitamento 80,95% 11,11%

O rendimento é de apenas 11,11%. Tem um ponto e só não está em último no Grupo H porque o Libertad venceu o Rosario por 2 a 0 e o deixou com saldo pior que os tricolores (-2 a -3). Esta discrepância aumenta a pressão, como admite o diretor de futebol Alberto Guerra:

– Estar no Grêmio é sofrer pressão todo tempo, mas isso não nos intimida. Pelo contrário, é um desafio. Domingo tem mais, é um jogo decisivo. Esperamos passar para fazer a final do Gauchão.

Renato Gaúcho e Diego Tardelli conversam no treino de sexta — Foto: Tomás Hammes/GloboEsporte.com

Renato Gaúcho e Diego Tardelli conversam no treino de sexta — Foto: Tomás Hammes/GloboEsporte.com

O fraco desempenho no torneio continental liga o alerta entre os gremistas. A busca por uma das duas vagas já virou uma tarefa complicada. Afinal, é urgente voltar a vencer, e o Tricolor já não depende apenas de seus resultados para estar nas oitavas de final.

Para buscar remobilização, o Grêmio tenta confirmar o favoritismo neste final de semana. Novamente no Gauchão, recebe o São Luiz na Arena, pelo jogo de volta das semifinais.

Como a partida de ida acabou 0 a 0, precisa vencer para alcançar a decisão. Empate com gols classifica o time de Ijuí. Se o duelo acabar mais uma vez sem gols, a partida irá para a cobrança de pênaltis.

Na quarta, o Tricolor terá o embate mais importante da temporada. Às 21h30, lutará pela primeira vitória na Libertadores diante do Rosario, também na Arena, em partida válida pela quarta rodada da fase de grupos. Quem sabe não começa a retomada rumo ao tetra?


Comentários