Romildo confia que André “vai fazer um grande ano” em 2019

Presidente gremista afirmou que bancou o centroavante mesmo sem fazer gols pois sabe de sua qualidade

Por Giovani Mattiollo
- Às 13:59
5
(Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

O Grêmio terá três centroavantes no elenco para a próxima temporada. O presidente Romildo Bolzan Jr. afirmou que o clube vai em busca de mais um camisa 9 para reforçar o grupo de jogadores e se juntar a Jael e André na disputa pela titularidade. Considerado o principal reforço neste ano, André teve um desempenho abaixo do que era esperado. Tanto que terminou o ano na reserva. Mas há uma esperança na direção gremista de que em 2019, com uma pré-temporada completa, ele possa deslanchar no clube.

O Grêmio fez um esforço financeiro para trazer André por cerca de 2,5 milhões de euros e espera que o centroavante justifique o investimento no próximo ano. “Eu espero muito do André. Ele vinha de cinco, seis meses sem jogar, estava completamente parado. Depois ele teve uma situação de indisposição com a diretoria do Sport no início da temporada, não jogou praticamente no começo do ano, isso deixou o jogador prejudicado na sua preparação”, lembra o presidente Bolzan.

André marcou apenas 4 gols em 29 jogos com a camisa do Grêmio, todos no Campeonato Brasileiro. Na parada da Copa do Mundo, o técnico Renato Portaluppi revelou que o centroavante passaria por um trabalho especial para se recondicionar fisicamente. No primeiro jogo após o Mundial, André marcou um dos gols do Grêmio na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro. “Eu disse antes da Copa do Mundo que iríamos fazer um trabalho especial. Ele é goleador, não desaprendeu a jogar. É um jogador dedicado nos treinamentos. Mesmo sem fazer gol, banquei ele porque sabia da qualidade”, disse Renato, à época.

Mas o gol diante do Galo foi uma exceção no ano de André. O atacante não se firmou na equipe titular, amargou um longo jejum de gols e foi preterido por Jael. “No primeiro jogo ele fez gol (contra o Cruzeiro, na estreia do time no Brasileiro). Aí depois criou uma situação de expectativa e não correspondeu. Mas eu tenho para mim que o André será um grande reforço para 2019. Eu tenho muita expectativa e muita esperança de que ele vai fazer um grande ano”, acrescentou Bolzan. “Precisamos de três centroavantes para o tamanho da encrenca que teremos no ano que vem”, finalizou o presidente, referindo-se às quatro competições que o clube terá em 2019.

Veja também

Comentários