Por Giovani Mattiollo
- Às 13:17
35

Um dos setores mais reforçados pelo Grêmio para 2019 foi o ataque. Nomes de peso, como Diego Tardelli e Vizeu, pinçados a dedo por Renato Gaúcho, se juntaram a outras figuras já carimbadas. Mas o treinador vive dias de indefinições antes de escalar a equipe para enfrentar o Juventude no domingo, às 16h, no Alfredo Jaconi, pelo jogo de ida das quartas de final do Gauchão.

Por conta da ausência de Everton, com a seleção brasileira, da incerteza sobre Marinho, ausente nos últimos dois treinos, e das trocas recentes entre Vizeu e André, o treinador terá de solucionar um quebra-cabeças no setor ofensivo para a partida. Opções, ao menos, não faltam.

Montoya deve atuar no domingo, mas Alisson também é opção no Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Montoya deve atuar no domingo, mas Alisson também é opção no Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A principal questão para os próximos dias diz respeito ao substituto do Cebolinha. A troca mais simples é a escalação do garoto Pepê, responsável pela mesma função do titular absoluto no time reserva. No entanto, agora o jovem já convive com a concorrência de Alisson, recuperado de lesão, e Diego Tardelli. A dupla inclusive treinou com o time titular na quinta-feira.

Por questões físicas, porém, ambos ainda não devem ser titulares. Tardelli sequer viajou para enfrentar o Pelotas na quarta, mesmo que ainda careça de ritmo de jogo. Alisson voltou aos gramados após dois meses machucado justamente nesta semana.

– Como eu citei várias vezes no ano passado, desde quando cheguei ao Grêmio, vim para ajudar, independente de ser titular ou reserva. As oportunidades, o Renato sempre me deu. Vou continuar trabalhando, dando meu melhor a cada dia – afirmou Alisson depois da vitória sobre o Pelotas.

Primeira lacuna, portanto, preenchida. Como Marinho não treinou nos últimos dois dias, deve ficar fora da partida, embora o Grêmio não tenha informado nenhum problema físico. Assim, Montoya é o mais cotado a começar no setor. Tardelli e Alisson aparecem também como alternativas para este lado direito, mas com a mesma ressalva.

Mas e os camisas 9?

O duelo contra o Juventude pode responder esta pergunta. Inesperadamente, Felipe Vizeu foi titular com o time reserva, na vitória da última quarta. André nem viajou a Pelotas e ficou treinando com a equipe principal em Porto Alegre. Após o jogo, o auxiliar Victor Hugo Signorelli, comandante na Boca do Lobo, justificou com a necessidade do ex-Flamengo jogar mais em 2019.

– O Vizeu jogou contra uma equipe que tem uma marcação muito forte. Tentou ajudar no máximo possível. Foi mais um que esteve bem e ajudou nossa equipe. (Ele jogou) Justamente para dar um pouquinho mais de minutagem. Mesmo que não seja o (time) titular, ele precisa jogar. Jogou pouco ainda nessa temporada – comentou o auxiliar técnico Victor Hugo Signorelli.

André e Vizeu disputam a posição — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

André e Vizeu disputam a posição — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Mas com as últimas apresentações, André ganhou pontos. Deu passe para o gol da vitória no Gre-Nal e entrou no intervalo da derrota para o Libertad, no lugar de Vizeu.

Até agora, o centroavante ainda não embalou no Grêmio ao alternar posição com Jael e, atualmente, com Vizeu. Na carreira, em 305 jogos que iniciou como titular, André tem 128 gols marcados – média de 0,41 por partida. O número cai para 16 em 105 jogos, com média de 0,15, quando ele é reserva.

Os números de sua carreira referendam uma sequência como titular a André. No ano, o centroavante tem um gol e quatro assistências – é o líder do Tricolor neste quesito. Vizeu tem dois gols e uma assistência.

O polivalente Diego Tardelli também corre por fora nessa briga. Ao desembarcar em Porto Alegre, mostrou-se disposto a atuar em qualquer função da frente. No entanto, reforçou em entrevista coletiva recente a preferência de não atuar como centroavante posicionado. De novo, a resposta física do jogador de 33 anos é a chave para sua utilização.

As questões serão respondidas no domingo, quando o Grêmio faz o primeiro jogo das quartas de final do Gauchão contra o Juventude, no Estádio Alfredo Jaconi, às 16h. A provável escalação tem: Paulo Victor; Leonardo, Paulo Miranda, Marcelo Oliveira e Bruno Cortez; Michel, Maicon, Luan, Montoya e Pepê (Alisson ou Diego Tardell); Felipe Vizeu (André).


Comentários