Por Giovani Mattiollo
- Às 12:06
4

(Foto: Eduardo Deconto)

Renato promoverá um revezamento na lateral esquerda do Grêmio durante o superagosto. A maratona de jogos – ainda faltam seis até o final do mês, envolvendo três competições – levará o técnico a usar Marcelo Oliveira e Bruno Cortez de forma alternada.

Ao escalar Marcelo Oliveira contra o Estudiantes, terça (7), em Quilmes, o técnico pareceu evidenciar que Bruno Cortez havia perdido a titularidade. Uma situação que o próprio Renato apressou-se em negar durante a entrevista coletiva depois da partida.

— Marcelo entrou porque quis que ele jogasse. Não são só os dois. Quando recebem oportunidades, eles (jogadores) têm que mostrar. O Cortez está bem. Como o Marcelo está bem — discursou Renato.

Uma possível questão disciplinar envolvendo Cortez, o que justificaria uma espécie de punição por parte de Renato, é negada de forma enfática pela direção. O diretor de futebol Alberto Guerra destaca que o próprio Cortez discurso no vestiário em Quilmes apoiando a opção de Renato por Marcelo Oliveira.

— Ele pediu a palavra na frente dos outros jogadores e apoiou a decisão do treinador. Estava com uma cara serena, feliz — atesta Guerra.

O dirigente lembra que, em sua entrevista, o próprio Renato havia ressaltado na frente dos jogadores que todos irão receber oportunidades em uma temporada marcada por tantos jogos.

— É tudo muito simples. Cortez está se recuperando de uma lesão, havia jogado sábado (contra o Flamengo). Todos têm condições de jogar, contam com a total confiança do treinador — ressalta Guerra.

A exemplo do que ocorre na disputa entre André e Jael, tudo passa pelo jogo contra o Vitória, domingo (12), em que atuarão os reservas. Quem, entre Marcelo Oliveira e Bruno Cortez for o escolhido, sobrará na decisão ante o Flamengo (15), pela Copa do Brasil.


Comentários