Por Giovani Mattiollo
- Às 06:35
17

André Ávila / Agencia RBS

Renato Portaluppi chegou mais tarde no treinamento do Grêmio nesta quinta-feira (29). Quando entrou no gramado, os jogadores já estavam trabalhando sob a orientação do assistente Alexandre Mendes. Na chegada do treinador, houve alguns cumprimentos em função da renovação de contrato. Um deles foi do superintendente Antônio Carlos Verardi, que o acompanha desde que ele chegou como jogador ao Grêmio.

Depois, conversou por alguns minutos com o CEO do clube, Carlos Amodeo. Renato apenas observou a atividade que tinha o grupo dividido em três times e com exigência nas jogadas em velocidade de troca de passes e transição.

Bruno Cortez e Jean Pyerre mais uma vez ficaram de fora do treino, ambos com desconforto muscular. Eles são dúvidas para a partida contra o Corinthians e dependem da participação na atividade marcada para a tarde desta sexta-feira (30).

Sem Cortez, Renato terá que colocar Marcelo Oliveira de volta à lateral – ele deveria formar dupla de área com Kannemann, deslocando o argentino pelo lado direito, na função do suspenso Geromel. Nesta situação, Michel é cotado para ser improvisado na defesa. Se Jean Pyerre não jogar, Ramiro pode ser colocado no meio, e Alisson ser escalado aberto pela direita.

Ainda antes do jogo de despedida do Brasileirão, o Grêmio fará um treino no sábado (1) pela manhã. Provavelmente, a atividade terá a primeira parte fechada. É neste período que Renato definirá o time e reforçará a ideia da importância de vencer para garantir um início de temporada mais tranquilo com a Libertadores sendo disputada pela equipe apenas a partir de março.


Comentários