Pepê desbanca estrelas no Grêmio e ganha chance para brilhar em momento decisivo

Jovem de 22 anos deve ser titular no segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, contra o Athletico, na quarta

3 de setembro de 2019 - Às 06:36

Eduardo Gabriel. Mas pode chamar de Pepê. Ou, informalmente, de substituto de Everton no Grêmio. O jovem atacante deve ter a oportunidade – e a responsabilidade – de atuar na vaga do Cebolinha contra o Athletico, na quarta-feira, às 21h30, na semifinal da Copa do Brasil, na Arena da Baixada.

Como o atacante campeão e artilheiro da Copa América está suspensopara o jogo decisivo, o jovem de 22 anos ganha ainda mais evidência por superar “estrelas”, como Luan e Diego Tardelli, na fila da preferência de Renato Gaúcho.

Pepê é a escolha mais natural para substituir Everton. Tem na velocidade e drible suas principais características, embora ainda longe da capacidade do Cebolinha de abrir defesas. Está prestes a igualar os jogos disputados durante todo 2018 e já anotou sete gols em 2019, enquanto havia feito apenas dois na temporada passada.

O atacante atua aberto pela esquerda, é destro e tem movimentação de ponta. Por isso, está à frente de Diego Tardelli, escalado como centroavante por Renato Gaúcho, e Luan, que atua geralmente atrás de um atacante mais avançado ou como “falso 9”. Luciano poderia ser alternativa, mas não pode jogar a Copa do Brasil por ter atuado pelo Fluminense.

– O que a gente sempre fala é para ter tranquilidade. Personalidade o Pepê tem de sobra. As características são parecidas com as do Everton, vai ser decisivo também, pode ter certeza. Se for o Pepê o escolhido, que possa estar livre, leve e solto como o Renato fala – destaca o companheiro Alisson.

Pepê em 2019

  • 13 jogos no Brasileirão; 3 gols
  • 10 jogos no Gauchão; 4 gols
  • 4 jogos na Copa do Brasil
  • 2 jogos na Libertadores

Na Libertadores passada, por exemplo, Pepê foi titular contra o Estudiantes, nas oitavas de final, na Argentina. Teve uma atuação discreta na “fogueira” da competição, contra um time tradicional do continente.

O lastro do garoto aumentou a partir do início de 2019, quando passou a se destacar na equipe alternativa do Grêmio nas primeiras rodadas do Gauchão.

 
Pepê é destaque e garante vitória do Grêmio contra o Vasco

Pepê é destaque e garante vitória do Grêmio contra o Vasco

A partir do fim dos estaduais, com o Tricolor dividido em três competições, seguiu em destaque entre os reservas pelo Brasileirão. Fez o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Fortaleza, na oitava rodada, e os dois do 2 a 1 sobre o Vasco, na 10ª.

Pepê, inclusive, pode começar a trilhar o caminho definitivo para substituir Everton. O Grêmio segurou Cebolinha pelo menos até o final do ano, mas depois pode sair e abrir a brecha para seu reserva. Depois de Jean Pyerre e Matheus Henrique, é mais um dos “guri” do Grêmio com a oportunidade para se firmar.

– A gente conversa sempre, sabe da qualidade do Everton, um dos melhores do Brasil. Ficamos brincando que vai chegar a proposta logo, mas sabemos que ter ele no grupo é fundamental. Tem nível de seleção, tem me ajudado bastante. Venho acompanhando para aprender cada vez mais – disse Pepê há 10 dias.

Pepê é tido como próximo jovem atacante da base para se firmar como titular — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Pepê é tido como próximo jovem atacante da base para se firmar como titular — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O apelido Pepê, apesar de nenhuma relação com o nome de Eduardo Gabriel, vem do berço. Baixinho, o atacante foi assim chamado ainda nos primeiros passos no futebol. E ficou. Natural do Paraná, jogará no seu estado de origem em uma das suas principais chances. O Grêmio buscou o atacante no Foz do Iguaçu, em 2016, ainda para as categorias de base.

Com a vitória por 2 a 0 no jogo de ida, o Grêmio pode até perder por um gol de diferença que estará na final da Copa do Brasil. O clube gaúcho faz seu último treinamento na manhã desta terça e viaja para Curitiba no início da tarde.



Veja também