Por Giovani Mattiollo
- Às 06:22
6

Foto: Reprodução

Uma mudança no comando do Boca Juniors pode ecoar no Grêmio. A saída do técnico Guillermo Barros Schelotto, com a chegada de Gustavo Alfaro complicou a negociação pelo lateral-esquerdo Emmanuel Mas. O novo treinador ainda avalia o aproveitamento do jogador, que está nos planos da direção gremista.

O discurso dos dirigentes do Grêmio é de “cautela”. Segundo o vice de futebol Duda Kroeff, a negociação ficou mais “complicada”.

– Como o Mas é argentino, o negócio ficou um pouco mais complicado. Mas a gente continua conversando com eles – garante Duda.

O Grêmio busca um lateral esquerdo para ser alternativa a Bruno Cortez. O reserva, no momento, é Juninho Capixaba, que está emprestado até maio pelo Corinthians. Marcelo Oliveira, que ocupou a posição no título da Copa do Brasil de 2016, fez a transição para o miolo de zaga no ano passado.

Questão no Boca

Gustavo Alfaro está preocupado com o número de estrangeiros no elenco do Boca. São quatro apenas no time titular. O dono da lateral esquerda é o uruguaio Lucas Olaza. Seu compatriota Nahitan Nández é outro nome certo no meio campo.

Os colombianos Barrios e Villa são outros dois nomes estrangeiros que atuaram na final da Libertadores 2018, contra o River, e seguem em La Bombonera. E ainda há o colombiano Frank Fabra, que disputa posição justamente com Mas.


Comentários