Maicon se conforma com possível saída de Everton do Grêmio: “Cedo ou tarde, vai sair”

Capitão admite que é questão de tempo até algum clube europeu contratar atacante

9 de julho de 2019 - Às 06:34

A postura do capitão do Grêmio em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira chamou atenção pela leitura realista do momento. Em entrevista coletiva, Maicon pareceu conformado com uma possível saída de Everton. E ainda acha pequena a chance de Cebolinha permanecer no clube gaúcho após se destacar com a Seleção na Copa América.

Até então, no entanto, não há proposta oficial pelo artilheiro da Copa América. Ainda assim, o capitão gremista revelou o sentimento quase geral sobre a situação: é questão de tempo até algum clube europeu desembolsar milhões de euros nos cofres do Tricolor para levar o atacante.

– Temos que torcer, desejar sorte, mas não podemos ficar nos lamentando. Muitos saíram, outros chegaram e conseguimos manter o mesmo nível, ser campeões. O Everton tem se destacando sendo o melhor jogador do Brasil, da nossa equipe. Ficamos tristes e felizes. Tristes porque vamos perdê-lo. E felizes porque vem fazendo um grande trabalho, se destacou na Seleção, fica difícil segurar um jogador deste nível no futebol brasileiro. Esperamos que ele possa jogar mais alguns jogos e depois é torcer, se realmente for e for bom para o clube e para ele – disse Maicon.

“Mais cedo ou mais tarde, ele vai sair, não tem jeito. O professor vai buscar uma alternativa”
Maicon, capitão do Grêmio, falou sobre o momento de Everton — Foto: Eduardo Moura

Maicon, capitão do Grêmio, falou sobre o momento de Everton — Foto: Eduardo Moura

A leitura de Maicon do momento durante a entrevista chamou a atenção. Questionado sobre essa opinião sincera, o capitão gremista citou que é uma análise por conta do momento vivido pelo Cebolinha, além dos títulos conquistados pelo Grêmio no período, com atuações em alto nível.

– O mundo está comentando que ele vai sair, não sou só eu. (risos) Pelas atuações. Não jogou bem agora, cheguei em 2015 e vi o amadurecimento do Everton bem de perto. Porque sempre teve muita qualidade, mas com tempo, começa a jogar, começa a entender e vai crescendo. Ficou um jogador muito visado pelas atuações que teve no Grêmio e agora pela chance na seleção. Para mim, com o Daniel Alves, foram os melhores da competição. Com 22 anos, ganhou vários títulos, chega uma hora que não tem como – completou.

Everton chega a Porto Alegre na noite desta segunda-feira e vai direto para a concentração gremista. O atacante ficará à disposição para o duelo com o Bahia, pelas quartas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira, às 19h15, na Arena.



Veja também