Por Giovani Mattiollo
- Às 17:21
17

Foto: Reprodução / Premiere

Maicon e D’Alessandro foram protagonistas de uma pequena confusão antes mesmo de a bola rolar para o Gre-Nal 413, com vitória gremista por 2 a 1 neste domingo, no Beira-Rio, pela última rodada do Gauchão. Capitães de Grêmio e Inter, os dois se estranharam ainda no “cara ou coroa”, sob os olhares do árbitro Jean Pierre Lima, após uma breve conversa dentro de campo.

E a rusga permanece ali, no limite das quatro linhas. Em entrevista ao GloboEsporte.com nesta segunda-feira, o volante gremista minimizou o episódio e disse que tanto ele quanto o gringo defendem seus respectivos lados antes, durante e depois do clássico.

– Ele está defendendo o lado dele e eu o meu. Vai ser assim sempre. Dentro de campo, cada um buscando o seu melhor, querendo que sua equipe vença. Foi o que a gente conversou ali. (Fica dentro do campo) Sem dúvidas. Ninguém é inimigo de ninguém. Todo mundo quer ganhar. Mas tem que haver o respeito de ambas as partes. Vou sempre defender o meu lado, e ele, o dele – disse Maicon.

A leitura labial feita pelo Globo Esporte das imagens da confusão revela que Maicon falou para o árbitro a seguinte frase: “Se o D’Ale começar a apitar, a gente vai ter problema. A gente já conhece”. Questionado sobre a frase, o volante afirmou que não falou se dirigindo a D’Alessandro, mas sim, ao árbitro Jean Pierre.

– Eu falei para ele, não. Eu falei para o árbitro que pediu a gente só jogasse e que ele apitasse. Eu falei ok. É assim que a gente veio, para jogar – ressalta o capitão gremista.

Após o desentendimento antes de a bola rolar, o Gre-Nal 413 transcorreu sem grandes confusões dentro de campo, fora uma pequena rusga entre Pedro Geromel e Gabriel Dias já nos minutos finais. Agora, as duas equipes cumprem rotinas distintas até o próximo Gre-Nal, já no fim de semana, na Arena, pela ida das quartas de final. Antes do clássico, o Inter tem pela frente o Cianorte, na quarta-feira, pela Copa do Brasil. O Grêmio, por sua vez, tem a semana livre até o novo duelo. A volta está marcada para a quarta-feira, no Beira-Rio.


Comentários