Por Giovani Mattiollo
- Às 06:35
6

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / Reprodução / CP

Em entrevista coletiva na tarde de hoje, o meia Maicon falou muito sobre o momento conturbado vivido pelo Grêmio no Campeonato Brasileiro. O Tricolor ocupa a 18ª posição, na zona de rebaixamento, com apenas cinco pontos.

Para o jogador, a oscilação é normal, e apontou dois fatores para isso. O primeiro é o equilíbrio do futebol brasileiro, no qual, na avaliação dele, pelo menos oito equipes iniciam como fortes candidatas a titulos todo ano. O segundo é o histórico de conquistas recentes. “Duas equipes que tiveram histórico vencedor depois caíram de produção: o Corinthians de 2011 e o Atlético-MG de 2013. Devido a qualidade das outras equipes, isso é normal”, avaliou.

Maicon disse que no futebol existem muito mais frustrações do que alegrias. “Já vivi muitos momentos assim. Procuro passar para os mais jovens que é normal no futebol. Vamos encontrar isso muitas e muitas vezes na carreira. Os jogadores mais novos, de 20, 21 anos, precisam se acostumar”, alertou.

Apesar disso, o meia classificou a situação como “desconfortável”, já que o grupo está acostumado a brigar para ser campeão, especialmente pela qualidade dos atletas. “Não vamos mudar a história de um dia para o outro. Temos dois jogos antes da parada, é um tempo bom para a gente trabalhar antes da Copa América”, ponderou.

Maicon voltou a elogiar o grupo, apesar de viver uma fase na qual os jogadores não estão acostumados. “Temos um grupo maduro, com jogadores inteligentes e muito potencial. Vamos tentar corrigir para que a gente possa voltar ao nosso futebol.”

Maicon trabalhou normalmente no CT Luiz Carvalho na tarde de hoje. Após ser poupado na derrota para o Bahia, deverá ser um dos jogadores à disposição do técnico Renato para a partida diante do Fortaleza, sábado, às 19h, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. 


Comentários