Por Giovani Mattiollo
- Às 06:33
39

Nas próximas três partidas, vencer é a única opção para o Grêmio. O Tricolor precisa ganhar para seguir vivo na Libertadores e ir à final do Gauchão. Para que a obrigação não se torne um fardo, o meia-atacante Luan clama que o time tenha atenção e “cabeça” durante os 90 minutos.

O camisa 7 deve ser o organizador do setor ofensivo em San Carlos de Apoquindo, contra a Universidad Católica, na quinta-feira. Com 265 jogos pelo clube, ele é o jogador do atual elenco com mais partidas com o manto tricolor, e dele partem o último passe e muitas das conclusões a gol.

No entanto, Luan destaca que não apenas o ataque será importante contra a Católica. O retorno de Geromel – recuperado de edema na coxa – e a presença de um grupo quase completo dão a confiança necessária para trazer três pontos do Chile.

– A gente sabe que é uma decisão. Tem que ir com o pensamento somente de vitória – diz o jogador – Esses reforços são importantes, pois jogamos os últimos jogos com alguns improvisos na zaga. O Geromel podendo voltar é um grande reforço. Isso vai ajudar bastante a termos um grupo forte e fazermos um grande jogo.

Luan comemora retorno de Geromel — Foto: Matheus Beck

Luan comemora retorno de Geromel — Foto: Matheus Beck

Em 2019, Luan atuou em oito partidas. Fez cinco gols e deu quatro assistências. Ou seja, participou de mais gols do que teve em número de jogos nesta temporada. Além disso, tem média de 0,63 gols, mais do que em qualquer outro período no Tricolor. Em 2017, sua melhor temporada com a camisa do Grêmio, a média foi de 0,35 gols.

O próximo gol já será histórico. Ele igualará Renato Portaluppi com 74 gols, no ranking de goleadores da história do Grêmio. Para que não seja apenas um recorde individual, o jogador estabelece títulos como meta acima de qualquer conquista pessoal.

– Diferentemente do ano passado, em que tive uma lesão que atrapalhou, neste ano, graças a Deus, estou sem dor. Sigo trabalhando firme e forte para que este ano (as conquistas) não sejam só minhas, mas do grupo todo.

Depois da Libertadores, o Grêmio tem a partida de volta da semifinal do Gauchão com o São Luiz, no domingo. E, na próxima quarta-feira, outro jogo pelo grupo H com o Rosário Central. Na iminência de uma sequência desgastante, Luan admite ansiedade, mas alerta que a atenção tem que prosseguir no restante da temporada:

– A ansiedade é por vencer jogos, não só esses três – aponta. – Temos uma sequência boa e precisamos nos preparar bem. A cabeça é importante para isso. Temos que encarar todos como uma decisão para que possamos sair vitoriosos.

Após fazer o último treino em Porto Alegre pela manhã, a delegação gremista desembarca às 16h30 desta terça-feira em Santiago. Amanhã, faz um treino no Centro de Treinamentos da Universidad do Chile, o último antes do confronto contra a Católica, na quinta-feira, às 19h.


Comentários