A cada jogo com a camisa do Grêmio, o lateral-direito Leonardo prova por que colocou o veterano consagrado Léo Moura no banco de reservas. Na última quarta-feira, foi decisivo com dois gols marcados na vitória por 3 a 1 sobre o Rosario Central pela Libertadores. E a fase artilheira se justifica, pois assumiu a vice-liderança do quesito no time e virou um “intruso” em meio aos atacantes.

Ele acumula quatro bolas na rede nesta temporada e igualou a quantidade de Marinho e Pepê. O trio está empatado atrás somente de Everton e Luan, que fizeram cinco gols. Supera até mesmo os centroavantes Diego Tardelli, André e Felipe Vizeu. O lateral vibra com a fase, ainda mais por conseguir cumprir os pedidos do técnico Renato Gaúcho.

– Artilheiro, não. De vez em quando saem alguns golzinhos. O professor diz que o lateral pode atacar. Fico feliz que as coisas têm ocorrido. Foi uma noite perfeita. No profissional, nunca tinha feito dois gols – comemora.

Goleadores do Grêmio em 2019

  1. Luan e Everton – 5 gols
  2. Leonardo, Marinho e Pepê – 4 gols
  3. Felipe Vizeu, Juninho Capixaba, Montoya, André e Thaciano – 2 gols

Esta força ofensiva apresentada diante dos argentinos já tinha aparecido no primeiro Gre-Nal da temporada. Único titular a começar o clássico na Arena na primeira fase do estadual, fez a diferença ao marcar o único gol da partida. Nos próximos dois clássicos que decidem a competição de 2019, terá novas chances. A começar pelo domingo, às 16h, no Beira-Rio.

Renato vibra. Responsável por fazer a troca e deixar Léo Moura no banco, o ídolo tricolor mostra admiração pelo futebol do pupilo. Prospectado no Boa Esporte em 2016, renovou o contrato em meados do ano passado até 2021 com o Grêmio.

O técnico aposta em um futuro promissor ao jovem de 22 anos. A ponto de sonhar com uma convocação à seleção brasileira? Parece ousado, mas não para Portaluppi. Na entrevista coletiva depois da vitória diante do Rosario Central, o comandante suscitou a possibilidade.

– O Léo tem um futuro muito grande. Outro dia disse que pode ser titular do Grêmio por 10 anos. Ele melhorou muito. Tem força, técnica. Falei que a Seleção não tem lateral e mandei ficar ligado. É jovem, está no caminho. Já brinquei com ele: ou joga ou volta para o Boa – declarou Renato aos risos.

Neste domingo, a vocação ofensiva de Leonardo será novamente posta à prova. Suas subidas precisarão superar a marcação de Iago e Víctor Cuesta no primeiro Gre-Nal da final do Gauchão. A resposta sairá a partir das 16h, quando começa a decisão do estadual no Beira-Rio.


Comentários