Por Giovani Mattiollo
- Às 12:31
1

Félix Zucco / Agencia RBS

O começo de 2019 não poderia ser melhor para Juninho Capixaba. Destaque nas partidas em que o Grêmio utilizou time alternativo, o lateral-esquerdo vem ganhando fama de artilheiro. Os dois gols marcados no Gauchão elevaram a média do jogador, que já balançou as redes cinco vezes em oito partidas disputadas pelo clube desde o ano passado. O bom desempenho faz com que o Tricolor acelere as tratativas para a renovação de contrato, pois o vínculo atual de empréstimo junto ao Corinthians se encerra em maio.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, nesta terça-feira (5), Juninho Capixaba foi cauteloso ao comentar o otimismo da diretoria gremista em relação ao andamento da negociação, mas não escondeu a vontade de permanecer por mais tempo no clube gaúcho.

—Ainda não tenho nada concreto. É uma coisa que o Grêmio está expondo para vocês. Assim que eu tiver uma coisa concreta, vou poder falar melhor. Procuro manter minha cabeça no lugar. Até maio, tenho um contrato a cumprir e a obrigação de ajudar o Grêmio. Se for possível continuar, vou ficar feliz. Tenho vivido um bom momento aqui e ficarei muito chateado se não puder continuar. Isso será o melhor para mim — declarou o lateral-esquerdo.

Capixaba também falou sobre o aprendizado que vem tendo nos trabalhos diários com o técnico Renato Portaluppi. Ele encara com naturalidade as cobranças para que tenha maior capacidade de marcação. Reconhece que precisa evoluir, mas garante que está se dedicando para corresponder aos pedidos do treinador e brigar por uma vaga no time titular.

— Ano passado, não tivemos muito tempo para trabalhar. Neste ano, na pré-temporada, a gente está tendo mais tempo. Na frente, ele (Renato) me dá total liberdade para mostrar minha qualidade e ajudar o Grêmio. Atrás, vem corrigindo erros e elogiando acertos. É só procurar assimilar e aprender o mais rápido possível para ajudar a equipe — completou.


Comentários