Por Giovani Mattiollo
- Às 12:03
1

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

No Grêmio, Jean Pyerre começa a assumir o papel de camisa 10 clássico. O camisa 21 assumiu a função não apenas na prancheta de Renato Gaúcho. Ele justifica em números e resultados o motivo de ser o titular na posição. Tanto é que igualou André no número de assistências e se tornou o maior “garçom” do time na temporada.

Contra o Fortaleza, ele desarmou o adversário e armou a jogada que culminou com o gol da vitória de Pepê. Foi a 6ª assistência do armador na temporada, em 26 jogos.

– O Jean Pyerre é um craque. Sempre espero esse espaço. É um cara diferenciado, vai estar achando a gente, ainda mais a gente de velocidade – elogiou Pepê, autor do gol da vitória.

A formação de jogadores vindos da base do Grêmio foi exaltada por Renato Gaúcho após a partida. Não apenas em quantidade de opções dadas a ele, mas em características distintas oferecidas. Jean atua na mesma posição que Luan e desempenha a mesma função que o camisa 7, mas dá ao treinador a alternativa de lançamento em profundidade em vez da condução da bola.

– É importante formar jogadores. Fizemos bom trabalho com a base, não é de agora. Não tem clube que sobreviva se não formar jogadores – comentou Renato após a partida em Caxias do Sul. – O Grêmio, se não for o primeiro, está entre os clubes que mais forma jogadores no Brasil. Busca na base, começa lá embaixo, lapida, dá conselhos, deixa à vontade.

Nesta quarta-feira, Jean Pyerre tem a chance de assumir o topo do ranking da estatística. Pode acrescentar ao currículo um aproveitamento individual se assistir a um companheiro contra o Botafogo, no Estádio Nilton Santos, pela 9ª rodada do Brasileirão. E cair de vez nas graças da torcida com uma vitória. O triunfo é essencial para manter o time fora da zona de rebaixamento durante a parada para a Copa América.

Ranking de assistências do Grêmio em 2019

  • André – 6
  • Jean Pyerre – 6
  • Maicon – 5
  • Luan – 5
  • Alisson – 3
  • Pepê – 3
  • Thaciano – 3

Comentários