Por Giovani Mattiollo
- Às 12:05
26

Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Substituto de Luan, o meia Jean Pyerre não sentiu o “peso” por ingressar na vaga do camisa 7 no meio-campo gremista. Com liberdade para criação, o jovem de 20 anos teve boa atuação na vitória por 3 a 0 sobre o São Luiz, na Arena, pelo jogo de volta da semifinal do Gauchão.

Jean Pyerre sofreu a falta que originou o primeiro gol gremista na partida, o que desmantelou o sistema defensivo adversário. Ainda auxiliou na armação e arriscou chutes a média distância. Ao fim do jogo, afastou a “carga” de ser o substituto de Luan.

– Acho que não preciso carregar esse peso de substituir o Luan. Ele tem toda a história dentro do clube. Inclusive, me ajuda muito, desde lá da base que a gente se conhece. Não preciso carregar esse peso para mim. Tenho que fazer a minha parte, se eu deixar a desejar tenho que me cobrar, mas não me cobrar por que eu tenho que ser o substituto do Luan. E sim pelo meu rendimento, para que eu possa ajudar a equipe de melhor maneira dentro das minhas características – analisa.

“Acho que não preciso carregar esse peso de substituir o Luan. Ele tem toda a história dentro do clube. Não preciso carregar esse peso para mim. Tenho que fazer a minha parte”

Problema insólito

Após a partida, Jean Pyerre revelou ainda um problema insólito, por meio das redes sociais. Sorteado para o exame antidoping, o meia teve dificuldades para urinar e fornecer material para análise.

Em tom bem-humorado, Jean Pyerre ainda encerrou o assunto “antidoping”. Disse que deu tudo certo com o exame.

Como Luan foi afastado para aprimorar a parte física, Jean Pyerre pode ser mantido no time do Grêmio no jogo contra o Rosario Central, quarta-feira, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores. A partida ocorre às 21h30, na Arena.


Comentários