Grêmio tem pior início de Brasileiro em quatro anos

Distância do Tricolor para o líder Santos é de 15 pontos

Por Giovani Mattiollo
- Às 12:12
1
Foto: Fabiano do Amaral

O Campeonato Brasileiro está apenas na 13ª rodada. Mas a distância que separa o líder Santos (32 pontos) do Grêmio (13º colocado, com 17 pontos) praticamente alija o Tricolor da briga pelo título. E os números comprovam que a campanha em 2019 é a pior do clube nos últimos quatro anos até a rodada atual. O fraco desempenho nos jogos como mandante e a priorização das competições de mata-mata, utilizando muitas vezes uma equipe alternativa no Brasileirão, são alguns fatores que explicam os resultados ruins.

Na segunda-feira, mesmo com os titulares, tropeço na Arena contra a Chapecoense. Contrariando o histórico recente, a defesa gremista levou 11 gols em casa, é a pior do campeonato nessa estatística. Em 2016, o Grêmio era o terceiro colocado na 13ª rodada, com 24 pontos.

No ano seguinte, quando ganhou a Libertadores da América, a campanha era ainda melhor: 25 pontos e a vice-liderança. E no ano passado, o time de Renato Portaluppi era o quarto colocado, com 23 pontos.

Nas três ocasiões, o time perdeu fôlego do meio para o final do Brasileiro. Este ano, em nenhum momento esteve próximo do G-4. “Quem tem obrigação de disputar o título é quem joga uma competição só”, diz Renato. “Eu adoro o Brasileiro, mas não sou mágico para escalar sempre a equipe principal”, acrescenta. No próximo sábado, quando enfrenta o Flamengo no Maracanã, o treinador voltará a utilizar um time reserva, já que no dia 14 tem semifinal de Copa do Brasil para o Grêmio.

“A gente sabe que está devendo no Brasileirão pelas atuações que estamos tendo. Mas nós não vamos abrir mão do campeonato”, afirma o atacante Pepê.

Depois do Beijing Guoan, da China, oferecer 45 milhões de euros por Everton, agora é o Napoli, da Itália, que pretende oficializar uma oferta nos próximos dias. A equipe italiana, inclusive, já teria acenado com 37 milhões de euros.

Veja também

Comentários