Grêmio reclama de calendário, manda ofício para CBF e pede tratamento igual ao Palmeiras

Tricolor solicita "tratamento igualitário" para a entidade após mudança de partida do Verdão antes das quartas de final da Libertadores

Por Giovani Mattiollo
- Às 17:47
6

O Grêmio entrou em contato com a CBF e enviou um ofício para solicitar “tratamento igualitário” em relação ao Palmeiras, adversário das quartas de final da Libertadores. O time paulista teve uma data alterada no calendário no Campeonato Brasileiro, algo pedido pelo clube gaúcho em documento enviado nesta quarta-feira. 

O pleito gremista tem relação com o jogo entre Palmeiras e Fluminense, adiado do dia 25 de agosto para o dia 10 de setembro por um desacerto de calendário. O Verdão encara o Grêmio, nos dias 20 e 27, enquanto o Fluminense joga contra o Corinthians, pela Sul-Americana, nos dias 22 e 29. Para não prejudicar nem P nem Flu, houve a troca.

Romildo Bolzan Júnior pede tratamento igualitário para a CBF — Foto: Eduardo Moura

Romildo Bolzan Júnior pede tratamento igualitário para a CBF — Foto: Eduardo Moura

No entanto, o Palmeiras ficou com uma semana cheia para treinamentos justamente entre os duelos com o Grêmio nas quartas da Libertadores. Enquanto o Tricolor de Renato Gaúcho tem o Athletico-PR no calendário, pelo Brasileirão. O posicionamento gremista é por um tratamento igualitário para os dois clubes envolvidos na disputa da Libertadores.

O curioso é que Palmeiras e Athletico-PR e jogarão três vezes cada contra o Tricolor. O Furacão duas vezes pela Copa do Brasil e uma pelo Brasileirão, e o Verdão duas pela Libertadores e outra pelo Brasileirão.

A maratona gremista de decisões vai ao menos até 4 de setembro, quando enfrenta o Athletico-PR pela partida de volta das semifinais da Copa do Brasil na Arena da Baixada. Serão nove compromissos em 30 dias em três competições distintas (Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores).

Veja também

Comentários