Grêmio não deve mais contratar, mas seguirá observando a base para reforçar o elenco

Renato Portaluppi e Duda Kroeff revelaram que estão de olho em atletas do grupo de transição

Por Giovani Mattiollo
- Às 06:26
7
Foto: Fabiano do Amaral

Com a janela de entradas de jogadores vindos do exterior fechada e com a dificuldade de conseguir opções no mercado brasileiro, o Grêmio deve ir até o final do ano com o atual grupo que está à disposição de Renato Portaluppi. Segundo a direção, somente Everton ainda pode sair, mas o futuro do atacante é incerto, pois, até agora, os dirigentes asseguram não ter recebido nenhuma proposta oficial. Caso seja negociado, o substituto estará no grupo, mas, se necessário, o treinador voltará a buscar jogadores na base.

“(O grupo) Nunca está fechado. Estamos sempre atentos ao que está acontecendo e agindo de acordo com a necessidade. Diria que, por enquanto, o Luciano foi a nossa contratação (David Braz também foi contratado na janela de inverno do Brasil). Estamos olhando outros jogadores da base que estão se destacando. Então, a gente (se precisar) se serve da base e essa mescla está funcionando muito bem”, destacou o vice de futebol, Duda Kroeff.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de utilização imediata do atacante Ferreira, artilheiro do Brasileiro de Aspirantes com sete gols (link para o site da competição), e de Victor Bobsin, volante da base que vem chamando atenção há anos, Kroeff acrescentou um nome que também vem se destacando. “Estamos sempre de olho. O Renato e outras pessoas estão cuidando disso. O Ferreira é um jogador que está se destacando. O Bobsin também, mas têm outros. Tem o Frizzo, que é um excelente volante. Tem outros que estão indo muito bem na transição e estamos cuidando”, confirmou.

Durante a coletiva de Renato Portaluppi, após o empate em 3 a 3 com a Chapecoense, o técnico assegurou que seguirá observando com carinho os jovens jogadores do clube e comemorou a mescla que conseguiu criar entre atletas formados na base e experientes. Entretanto, fez questão de destacar que todos têm o seu tempo de maturação e de que eles não podem ser expostos sozinhos aos importantes jogos e competições que o Grêmio disputa. Por isso, a importância de formar uma equipe com atletas de várias idades.

“Se precisar sobe. Sem problema algum. Estamos de olho em um ou dois jogadores lá de baixo, mas vamos com calma. Já vi muitos subirem para o profissional, colocarem para jogar na hora errada e queimarem os garotos. Temos consciência daquilo que fazemos. Por isso, formamos vários jogadores. Alguns estão nos ajudando, outros foram vendidos e tem outros que estão na mira de clubes estrangeiros”, ressaltou o técnico.

O Grêmio volta aos treinos nesta terça-feira, às 15h, no CT Presidente Luiz Carvalho. O próximo compromisso oficial do Tricolor é no domingo, contra o Flamengo, no Maracanã, às 19h, pela 14ª rodada do Brasileirão. O Tricolor iria enfrentar o Athletico na quarta-feira, mas a CBF alterou a data para o dia 14, já que o clube paranaense disputa a competição organizada pela Conmebol e pela Liga Japonesa de Futebol, a antiga Copa Suruga.

Veja também

Comentários