Por Giovani Mattiollo
- Às 16:45
4

O Grêmio teve uma noite “não” na derrota por 1 a 0 para o Libertad, na avaliação do técnico Renato Gaúcho. O rendimento de alguns jogadores foi alvo de críticas, especialmente de Luan, que repetiu a atuação apáticado jogo de estreia na Libertadores, contra o Rosario Central. Porém, o vice de futebol Duda Kroeff aposta que o atacante irá evoluir ao longo da temporada e “blinda” o camisa 7.

Dentro da Arena, parte da torcida gremista se mostrou impaciente com o time e vaiou os jogadores em determinados momentos, sobrando até para Luan, eleito o Rei da América e um dos melhores do time na conquista do título em 2017. Na visão de Duda Kroeff, a “perda de paciência” com o jogador é motivada pelas grandes atuações que o atacante já teve com a camisa tricolor.

– Teve um lance em que o torcedor perdeu a paciência, mas é justamente porque lembra das atuações do Luan. Ele fez gol decisivo do título contra o Lanús. Foi decisivo também na Copa do Brasil. Torcedor acredita no Luan e espera a resposta. O Luan está blindado, sim. Sabemos que ele é craque – disse o dirigente, em entrevista após a partida.

Os comandados de Renato Gaúcho tiveram mais posse de bola, porém, não conseguiram reverter isso em chances de gol. O Libertad foi mais eficiente, aproveitando um contra-ataque nos instantes finais do primeiro tempo. Martínez driblou Geromel e cruzou para Bareiro, que aproveitou brecha de Kannemann e marcou para os paraguaios.

– Não acho que o Grêmio tenha jogado tão mal. Teve posse de bola e tocou relativamente bem. O que mais me preocupou foi a falta de soluções para fazer o gol. No primeiro tempo nem conseguimos criar. No segundo, aí melhoramos. Mas não foi o suficiente. Acho que o Libertad marcou muito bem e isso dificultou. Mas acontece. Foi um dia não – avaliou o dirigente.

A chance de Luan reverter a fase ruim pode ser já neste final de semana. O Grêmio disputa o clássico Gre-Nal pela 10ª rodada do Gauchão, na Arena, a partir das 19h deste domingo. Pela Libertadores, o Tricolor volta à competição apenas no início de abril, quando visitará o Universidad Católica, no estádio San Carlos de Apoquindo, no Chile.


Comentários