Wesley Santos/Agência Press Digital

O Gre-Nal terminou empatado em 0 a 0 no Beira-Rio, mas quem saiu comemorando foi o Grêmio. Com o empate sem gols, o time de Renato Gaúcho vê uma leve vantagem por decidir o título do Campeonato Gaúcho em casa, na próxima quarta-feira, na Arena.

Com o empate no clássico de número 419, o Grêmio chega a 15 partidas sem sofrer gols. Nos 16 jogos até aqui, foi vazado apenas uma vez, na segunda rodada, contra o Aimoré. Ou seja, se vencer na Arena, será campeão gaúcho de forma invicta.

O principal responsável pelo placar zerado neste domingo foi o goleiro Paulo Victor. No primeiro tempo, ele evitou uma conclusão de Paolo Guerrero com o pé direito. Na etapa final, parou a finalização de Nico López também com as pernas.

– A gente sabe que clássico é desse jeito. Já esperávamos o Inter em cima da gente. Para isso que viemos preparados – disse PV, que lembrou do antigo titular, Marcelo Grohe. – Tento substituir um ídolo como o Grohe com trabalho, humildade. O resultado está aí. Um gol tomado no campeonato todo. Se deve a todo o setor defensivo. Tem que continuar assim pra conquistar o título em campo.

Em jogo equilibrado, o Grêmio também teve suas chances para marcar. No primeiro tempo, Alisson acertou um chute de fora da área no travessão de Lomba. No segundo, Everton fez grande jogada individual em cima de Zeca e Moledo, mas parou em Marcelo Lomba. Mesmo com o empate, o camisa 11 destacou que era importante não sair do Beira-Rio com a derrota.

– O importante é não sair em desvantagem. Foi um jogo aberto, desequilibrado. (No próximo Gre-Nal), quem errar menos, vai sair vitorioso – projetou Everton.

O Gre-Nal decisivo do Gauchão ocorre na próxima quarta-feira, a partir das 21h30, na Arena. Quem vencer, fica com o título. Em caso de novo empate, por qualquer placar, o campeão será decidido nos pênaltis. Não há saldo de gol classificados na decisão.



Veja também