Por Giovani Mattiollo
- Às 23:22
35

O Grêmio enfrentou o Juventude na noite desta quarta-feira pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil e empatou por 0 a 0 em partida disputada no estádio Alfredo Jaconi.

A partida de volta acontece na próxima semana, na Arena.

Escalação inicial: Paulo Victor, Leo Moura, Geromel, Michel, Capixaba, Matheus Henrique, Maicon, Jean Pyerre, Alisson, Everton, André

PRIMEIRO TEMPO
O Grêmio controlou as iniciativas com posse de bola, mas insistiu nas jogadas com os laterais indo à linha de fundo, principalmente com Juninho Capixaba. Inócuo, viu Denner receber dentro da área, aos nove minutos, e chutar em cima de Paulo Victor.

O Grêmio respondeu em dois lances de perigo, com Juninho Capixaba e André, ambos com finalizações para fora. A melhor chance gremista foi aos 36 minutos. A bola saiu da esquerda até chegar em Léo Moura, na direita. Ele ajeitou para Everton, que bateu colocado e obrigou Marcelo Carné a buscar a bola ao lado do poste direito. Na sequência, Juninho ainda teve chance de abrir o placar, de cabeça, mas tocou por cima do travessão, perdendo uma claríssima chance de gol. O Juventude esteve bem na partida, mas não criou situações de perigo para finalizar.  

SEGUNDO TEMPO
O Tricolor iniciou a etapa final pressionando e logo nos primeiros minutos assustou em cruzamento perigoso e em chute de Alisson que o goleiro defendeu dentro da área.

O Grêmio seguiu pressionando em busca do gol, entretanto errava muitos passes e esbarrava na forte marcação do Juventude. O time da casa estava mais preocupado em se defender e não chegava com perigo ao gol de Paulo Victor.

Mesmo com maior posse de bola, o Grêmio tinha dificuldades e abusava de cruzamentos na área sem direção e enfiadas de bola em profundidade que eram mais fáceis para a defesa do time de Caxias do Sul. A quantidade elevada de faltas também prejudicava um melhor futebol das equipes.

A partida se encaminhou mesmo até o final sem grandes emoções.


Comentários