Por Giovani Mattiollo
- Às 12:01
6

Foto: Rodrigo Rodrigues

A final da Libertadores já aparece no horizonte do Grêmio. E terá um capítulo prévio na quarta-feira, no jogo contra o São Paulo, pelo Brasileirão. O técnico Renato abriu um revezamento que vai culminar no dia 22, com a escolha dos 11 iniciais, e dará um indício de suas escolhas na próxima rodada do Brasileirão. A disputa foi utilizada para motivar os jogadores até o duelo com o Lanús, especialmente em duas posições, como no empate em 1 a 1 com o Vitória, neste domingo, quando o técnico admitiu publicamente o rodízio.

As últimas rodadas do Nacional também serviram para Renato observar suas opções. Everton, Fernandinho, Jailson e Michel, especificamente. A dúvida sobre quem será o titular nas finais da Libertadores foi explicitada pelo treinador após o empate com o Vitória, no domingo. Ele deixou as duas vagas no time abertas a partir do que considera um bom momento dos quatro jogadores.

– Estou fazendo revezamento em algumas posições e eles sabem. É o próprio jogador que se escala. Ninguém está certo, estou colocando todo mundo para jogar, ganhar ritmo e ver o aproveitamento de cada um. Aí eu defino quem começa a partida – apontou Renato.

Michel jogou os 90 minutos contra Flamengo e Ponte Preta, em sequência. No domingo viu do banco Jailson voltar a ser titular – ele atuou contra o Barcelona, na semifinal da Libertadores, e também na vitória sobre a Ponte, na rodada passada. No ataque, a mesma coisa: Everton entrou durante o jogo, após iniciar contra os paulistas. Fernandinho, opção no 1 a 0 contra a Macaca, começou neste domingo.

A concorrência interna terá seu ápice na quarta, contra o São Paulo. Em uma espécie de teste para a Libertadores, ainda que talvez Renato não possa contar com 100% dos titulares para a partida. Mas é a chance de colocar a equipe para jogar sete dias antes do primeiro jogo decisivo da competição sul-americana. Contra o Santos, no fim de semana, a tendência é por reservas.

– O professor tinha passado para nós que ele ia observar e que quem desse a resposta ia jogar. Mas quem ele escolher vai estar bem representado, nosso grupo tem qualidade, nós dois estamos fazendo gol e vivendo boa fase. É o que importa – disse Everton sobre a disputa com Fernandinho.

– É bom, principalmente para o Renato, ter opções boas no banco. E quem estiver jogando está dando conta do recado. Jailson entrou bem quando entrou, a vaga está em aberto, quem se sair melhor vai começar sair jogando. A opção é dele – completou Michel.

Depois do empate em Caxias do Sul, o Tricolor volta a treinar na tarde desta segunda-feira, no CT Luiz Carvalho. Desfalques contra o Vitória, Bruno Cortez, Marcelo Grohe e Edílson serão reavaliados e podem ficar novamente à disposição.


Comentários