Por Giovani Mattiollo
- Às 17:57
3

Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

A vitória sobre o Atlético-MG no último sábado serviu como recuperação para o Grêmio no Campeonato Brasileiro após a eliminação na Libertadores da América, mas também como oportunidade para dois garotos. Os meio-campistas Jean Pyerre e Matheus Henrique tiveram a chance de jogar ao lado dos titulares e mostraram bom desempenho. Nesta terça-feira, na reapresentação do elenco, eles comemoraram a possibilidade de sequência na reta final do Brasileirão.

“A gente está um pouco mais maduro ,tem mais rodagem pelo time principal. Foi especial pelo fato da gente jogar juntos. Na base e na transição, o Matheus e eu jogamos juntos e agora com esse grupo maravilhoso, que dispensa comentários, foi uma sensação única”, afirmou Jean Pyerre.

“Nós ficamos felizes pelo espaço que a gente tem tido. Tudo que vem acontecendo é mérito nosso, do grupo. Todos nós trabalhamos para quando surgir a oportunidade agarrar ela. Estou muito feliz. Ainda almejo coisas durante esses seis jogos. Trabalho dia a dia para poder aproveitar”, completou o meia.

A oportunidade ainda na reta final do Brasileirão é vista como um objetivo alcançado pela dupla. Matheus Henrique ressaltou que ele sempre planejou se firmar no elenco principal ainda em 2018 e que agora quer aproveitar os jogos finais da competição para isso. “Desde que entrei no grupo sempre tive na minha mente trabalhar porque 2018 também poderia ser o meu ano. Ouvia muito que meu ano seria em 2019, mas meu objetivo era conseguir algo este ano. Tenho de continuar nesses jogos restantes trabalhando para estar preparado. Se não receber oportunidade, igual tenho de estar trabalhando igual e ficar preparado”, afirmou volante.

Comparação com Arthur

Desde que começou a aparecer ainda no time de transição do Grêmio no Gauchão, Matheus Henrique foi comparado a Arthur por seu estilo de jogo. Questionado sobre isso nesta tarde, o jogador não fugiu da responsabilidade. Ele disse que vê semelhanças em seu jeito de jogar com o atual volante do Barcelona, mas ressaltou que precisa construir sua trajetória no Grêmio.

“Fico feliz de ser comparado a ele. Ele é um jogador que dispensa comentários, é só ver onde ele está hoje. Ele está no melhor time do mundo, que é o Barcelona, e na Seleção Brasileira. Penso que não só eu, mas muitos jovens levam ele como exemplo. Acho que existem algumas coisas parecidas, muita gente fala, mas sei que subi esse ano e tenho que fazer a minha trajetória. Ele tem a dele e eu tenho que fazer a minha”, apontou.

O próximo compromisso do Grêmio pelo Brasileirão é no domingo, às 17h. O Tricolor receberá o Vasco da Gama em partida que poderá valer a entrada do G4 em caso de vitória e tropeço do São Paulo, que enfrenta o Corinthians no sábado.


Comentários