Por Giovani Mattiollo
- Às 06:31
36

Foto: Lucas Uebel / Grêmio

Precisando praticamente de 100% de aproveitamento para garantir a classificação à segunda fase da Libertadores – e com uma decisão de Gauchão no meio do caminho – o Grêmio vai focar no jogo a jogo para os próximos compromissos. A lógica, explicada pelos meias Jean Pyerre e Matheus Henrique, é de que pouco adiantará a equipe ser ajudada por resultados paralelos se não fizer nada dentro de campo.

“É uma semana diferente. Tem decisão na Libertadores e finais. Mas a gente vai viver uma competição de cada vez”, afirmou Matheus Henrique. “Temos que entrar focados os 90 minutos. Esses três últimos jogos serão uma decisão”, complementou Jean Pyerre. Os resultados paralelos ficarão para depois: “A curiosidade sempre fica. Mas isso vai muito do que vai acontecendo no nosso jogo. Primerio temos que focar ali, para ir buscar os três pontos. Depois a gente vê o que acontece no outro jogo”, complementou.

O próprio confronto decisivo contra o Inter no domingo fica, por ora, em segundo plano: “Não adianta pensar no Inter no fim de semana se tem um jogo muito importante na quarta. Temos que focar neste jogo de quarta. Primeiro estamos pensando na Libertadores”, declarou.

Pra cima do Rosário

A tática tricolor contra o Rosario será clara: atacar. “Quando tiver oportunidade, tem que matar o jogo e não dar brecha para o adversário”, projetou ele, indicando a receita: “Toque de bola com a nossa agressiviade”, adiantou Jean Pyerre. Já Matheus advertiu que o confronto deve ser complicado na quarta-feira, ainda que o adversário tenha vencido apenas um jogo neste ano e terminado o Campeonato Argentino na 20ª colocação – dentro 26 participantes: “Vai ser uma guerra. Time argentino é chato. Vamos igualar competitividade.

Independente do resultado, o grupo está blindado, conforme Matheus. “Quarta só uma coisa interessa: a vitória. Independente se jogar bem ou mal. Meio a zero, não importa. O Renato passa totoal tranquilidade para a gente”, disse. “Sem loucura, a gente tem certeza que vai dar certo.”


Comentários