Em alta no Grêmio, Matheus Henrique comemora 50 jogos pelo time: “Muito especial”

Volante foi titular na vitória contra o Cruzeiro e fez assistência para o 1º gol de Everton

Por Giovani Mattiollo
- Às 18:24
7
Marcelo Alvarenga/MS+Sports BH

Ao pisar no gramado do Independência no último domingo, Matheus Henrique completou 50 jogos pelo Grêmio e voltou ao palco da sua estreia pelo Tricolor. Presente na vitória por 4 a 1 contra o Cruzeiro, pelo Brasileirão, o volante fez a assistência para o primeiro gol de Everton e comemorou o feito com a camisa gremista.

A estreia de Matheus Henrique no profissional foi em 2017, também no Independência, mas contra outro mineiro. Quando o time principal estava em preparação para a final da Libertadores daquele ano, o chamado time de transição disputou a última rodada do Brasileirão – perdeu para o Atlético-MG por 4 a 3. Matheus Henrique atuou durante apenas 15 minutos, ao substituir Jean Pyerre, hoje seu colega no time titular do Grêmio.

De lá para cá, o volante soma 50 jogos, cinco gols e três títulos pelo Grêmio: dois campeonatos gaúchos e uma Recopa Gaúcha. Porém, todas essas conquistas representam apenas o primeiro capítulo de Matheus Henrique no clube. Agora, o jovem almeja levantar mais taças ao lado dos seus companheiros e da torcida.

— Para mim é um momento especial. Sempre me recordo que optei pelo Grêmio para escrever uma nova história dentro desse clube gigante. A vitória e esse número de jogos representam um novo capítulo em minha trajetória aqui dentro. Espero poder retribuir toda a confiança da comissão técnica e o carinho do torcedor com mais títulos pelo Tricolor. Agradeço também ao grupo de jogadores que sempre me apoiou e me acolheu desde minha subida para o profissional — comemorou o jovem via assessoria.

 

Matheus Henrique teve sua primeira aparição no Grêmio na categoria sub-16, rumou ao São Caetano e depois voltou ao Tricolor por empréstimo. Teve os direitos econômicos adquiridos em definitivo pelo clube ainda em 2018, mas nesta temporada ampliou seu contrato até 2023.

Veja também

Comentários