Por Giovani Mattiollo
- Às 12:11
12

O técnico Renato Portaluppi terá um reforço em nível de Seleção Brasileira. Everton se reapresentou ao Grêmio e, segundo ele mesmo, vai jogar contra o Bahia, amanhã. A partir de agora, o Tricolor deverá aproveitar ao máximo a presença de Everton, já que sua saída para a Europa é iminente. O atacante voltou entusiasmado da Copa América, tanto que já mobilizou o torcedor gremista para comparecer à Arena para apoiar o time na Copa do Brasil. Apesar de estar bem fisicamente, ele deve ganhar uma folga no final de semana, quando o Grêmio enfrenta o Vasco pelo Campeonato Brasileiro. 

Além de ter sido escolhido o melhor jogador da final da Copa América, o “Cebolinha” também terminou a competição como artilheiro, com três gols. “O mundo todo está comentando que ele pode sair. Tornou-se um jogador muito visado por causa de suas atuações. Na minha opinião, foi o melhor jogador do Brasil ao lado do Daniel Alves. Tem 22 anos, vem jogando há bastante tempo, chega uma hora que não tem como segurar”, diz o volante Maicon. 

E Everton realmente pode estar de saída do Grêmio. Nessa segunda-feira, o presidente Romildo Bolzan declarou que o clube fará “o maior negócio de todos os tempos”. De acordo com o colunista do Correio do Povo Hiltor Mombach, especula-se que um importante empresário do ramo do futebol estaria embarcando para a Europa para fechar um negócio. Já um ex-dirigente gremista acha que o discurso de Bolzan aponta para uma negociação em andamento adiantado. O Grêmio só aceitar negociar os 50% dos quais tem direito por 40 milhões de euros. A multa rescisória foi estipulada no valor de 80 milhões de euros. 


Comentários