Foto: Wesley Santos/Press Digital

Quando o Grêmio entrar no gramado do Estádio Centenário para enfrentar o Ceará, às 21h desta quarta-feira, o técnico Renato Gaúcho atingirá mais uma das tantas marcas que tem pelo clube. Ele igualará Carlos Froner e se tornará o quarto treinador com mais jogos à frente da equipe gaúcha.

Na terceira passagem pelo comando do Tricolor, Renato soma 319 partidas no banco de reservas. À frente dele, além de Froner, estão Telêmaco Frazão de Lima, Luiz Felipe Scolari e Oswaldo Rolla, o Foguinho. O seguinte na lista é Sérgio Moacir (veja os números abaixo).

Top 5 dos técnicos do Grêmio

  1. Oswaldo Rolla, o Foguinho – 378 jogos
  2. Luiz Felipe Scolari – 371 jogos
  3. Telêmaco Frazão de Lima – 334 jogos
  4. Carlos Froner – 320 jogos
  5. Renato Gaúcho – 319 jogos

Entre 2010 e 2011, Portaluppi somou 65 compromissos. Retornou dois anos depois para outros 39 jogos. Na atual e mais duradoura atuação como técnico do Grêmio, acumula 215 partidas. Recentemente, completou três anos seguidos em Porto Alegre.

– Eu gostaria de ficar 50 anos no Grêmio. Mas sei que, como treinador, a gente vive de resultados. Sempre tive o apoio da diretoria, do nosso torcedor. Fico muito feliz em trabalhar com o Grêmio. Estou ajudando a conquistar títulos. Esse é meu trabalho. Me sinto privilegiado – afirmou Renato recentemente.

Os títulos a que o maior ídolo da história tricolor se refere são seis: Copa do Brasil, em 2016; Libertadores, em 2017; Recopa Sul-Americana e Gauchão, em 2018; Recopa Gaúcha e Gauchão, em 2019.

Os números de Renato

  • 163 vitórias
  • 87 empates
  • 69 derrotas
  • 60,1% de aproveitamento
  • 497 gols marcados
  • 258 gols sofridos

A duas semanas do jogo de volta da semifinal da Libertadores contra o Flamengo, Renato tem como objetivo aproximar o Grêmio da zona da competição continental de 2020 via Campeonato Brasileiro. No momento, é oitavo colocado, com 35 pontos. O duelo contra o Ceará está marcado para as 21h desta quarta, no Centenário, em Caxias do Sul.



Veja também