Por Giovani Mattiollo
- Às 07:39
5

Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação / CP

O técnico do Grêmio, Renato Portaluppi, compareceu nesta sexta-feira para o primeiro dia de aulas do curso da CBF, no Rio de Janeiro. Serão 10 dias de aulas para o treinador obter a Licença A, necessária para poder comandar o Tricolor no Campeonato Brasileiro.

A CBF realizou a etapa anterior do curso em dezembro do ano passado. Na ocasião, Renato Portaluppi compareceu a apenas uma aula e justificou que não faria o restante do curso por estar de férias.

Ao todo, 43 técnicos participam do curso, realizado no Centro de Excelência do Futebol Brasileiro, na Granja Comary.  A primeira disciplina teve o médico Joaquim Grava, do Corinthians, como professor. Com o tema “Medicina Esportiva no Futebol Profissional”, ele falou sobre a história da área no esporte e da evolução atual dos departamentos médicos.

Durante os próximos dias na Granja Comary, os técnicos também terão aulas sobre psicologia no esporte, preparação física, treinamento de campo e legislação desportiva. A programação corresponde a um módulo da Licença A. O curso completo, de 270 horas, é dividido entre 20 horas de Ensino à Distância (EAD), 50 horas de observação e acompanhamento de treinamentos, 30 horas reservadas para trabalhos e ainda outro módulo presencial.

Em razão da participação no curso a partir desta sexta-feira, Renato Portaluppi viajou ao Rio de Janeiro no começo da semana. Ele não comandará o Grêmio no jogo contra o Brasil de Pelotas no domingo, às 17h, no Bento Freitas pelo Gauchão. Como seu auxiliar Alexandre Mendes também faz o curso da CBF, o Tricolor será comandado por Victor Hugo Sinhorelli em Pelotas. Renato volta para o jogo contra o Veranópolis, na segunda-feira, dia 24 de fevereiro.


Comentários