Por Giovani Mattiollo
- Às 06:37
6

Diego Tardelli contratado pelo Grêmio para elevar a qualidade do grupo ainda não confirmou as expectativas. Até esboçou movimentos de seus melhores momentos no Atlético-MG. Mas a parada da Copa América já surge no horizonte da comissão técnica para que o atacante, enfim, consiga render o esperado e tenha uma regularidade para lutar pelos títulos do Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil.

Repatriado da China no início do ano, o camisa 9 chegou como principal reforço da equipe na temporada. Em campo, no entanto, tenta mostrar o futebol de outrora. Em 16 partidas, só balançou as redes em duas oportunidades (no Gauchão e na Copa do Brasil). O rendimento oscilante ainda não convenceu Renato Gaúcho.

Isso que o chefe foi o mentor de sua contratação. Só que Renato gosta de ter paciência com os jogadores. Entende que é necessário um tempo maior de preparação antes de uma sequência ininterrupta de partidas.

Ainda mais para quem veio de um futebol sem tanta competitividade e de calendário mais enxuto, como é o caso na China. Mesmo assim, algumas jogadas produzidas já mostraram o acerto em sua contratação. A atuação de Tardelli no segundo tempo da vitória sobre o Atlético-MG, na Arena, foi uma das melhores com a camisa do Grêmio.

Após a partida de quarta-feira contra o Botafogo, o Brasileirão terá uma pausa para a disputa da Copa América. O elenco ganhará alguns dias de folga antes de retomar os trabalhos em um resort em Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre. É nesta intertemporada que Renato aposta para dar o combustível necessário ao jogador.

– Ele (Tardelli) tem lampejos, você vê que é diferente. A parada não será boa só ao Tardelli, mas será excelente ao Grêmio. Dar mais gás no físico, treinar mais a (parte) tática. O mais importante é ter todos jogadores à disposição. Cobrança é normal, mas muito grande para um grupo vencedor – alega o treinador.

Tardelli marcou o segundo gol dele contra o Juventude — Foto: Lucas Uebel / Grêmio, DVG

Tardelli marcou o segundo gol dele contra o Juventude — Foto: Lucas Uebel / Grêmio, DVG

Apesar de ter aparecido como o homem mais adiantado no São Paulo, Tardelli é polivalente. Cumpre todas as funções no ataque. Além do poderio no arremate, o qual busca aprimorar, destaca-se pela visão de jogo, a velocidade e o drible. A capacidade em doar-se ao time surge como um de seus trunfos.

Tardelli no Brasileirão

  • 5 jogos
  • 2 faltas cometidas
  • 6 faltas recebidas
  • 6 finalizações
  • 1 impedimento
  • 14 passes errados
  • 4 roubadas de bola

No Brasileirão, contudo, os números ainda são tímidos. Na luta pelo primeiro gol, tem mostrado voluntariedade, o que apontam os passes errados e roubadas de bola, mas aquém nas finalizações (confira acima).

– (Tardelli) É um jogador versátil, inteligente. Coloquei ele por dentro e foi bem. Importante esse tipo de jogador. Sei a preferência, onde (os jogadores) gostam, mas nem sempre é possível. Toda confiança ao Tardelli. Ele veio nos ajudar. Para ele, será importante fazer essa pré-temporada – completou Renato após o jogo contra o Fortaleza.

Diego Tardelli em treino do Grêmio — Foto: Cristiano Oliveski / Grêmio FBPA

Diego Tardelli em treino do Grêmio — Foto: Cristiano Oliveski / Grêmio FBPA

Apesar da expectativa por um segundo semestre alentador, Tardelli ainda tem a despedida da primeira parte da temporada para deixar uma boa imagem. À espera da confirmação da titularidade, o camisa 9 pode aparecer diante do Botafogo, na busca gremista pela primeira vitória fora de casa no Brasileiro. A partida será às 19h15 de quarta-feira, no Nilton Santos.


Comentários