Por Giovani Mattiollo
- Às 06:29
53

Rafael Araujo

Na noite desta segunda-feira os 16 times que se classificaram na fase de grupos da Copa Libertadores conhecerão seus rivais nas oitavas de final do torneio. O sorteio, na sede da Conmebol, no Paraguai, também vai determinar a chave até a final, em Santiago, no dia 23 de novembro. No mesmo evento, que começa às 21h30 (de Brasília) também serão conhecidos os confrontos da segunda fase da Copa Sul-Americana.

As 16 equipes serão divididas em dois grupos: de um lado, as que terminaram em primeiro lugar na fase de grupos; do outro, as que se classificaram em segundo. Os times do pote 1 fazem o jogo de ida como visitante e o jogo de volta como mandante.

Os potes dos sorteios das oitavas

POTE 1 POTE 2
Palmeiras Nacional
Cruzeiro River Plate
Internacional LDU
Cerro Porteño Grêmio
Libertad San Lorenzo
Boca Juniors Athletico-PR
Flamengo Godoy Cruz
Olimpia Emelec

Não há nenhuma regra que impeça o confronto entre equipes do mesmo país e nem entre rivais que já se enfrentaram na fase de grupos. Importante: na Libertadores, gol fora de casa vale como critério de desempate.

A grande expectativa em torno do sorteio está na possibilidade de superclássicos já nas oitavas de final. Grêmio e Internacional estão em potes diferentes, assim como Boca Juniors e River Plate, que fizeram a última final, disputada em Madri.

Brasil domina

Dos 10 países que formam a Conmebol, só cinco conseguiram emplacar seus times na fase mata-mata da Libertadores. O Brasil, com seis classificados, é o time com mais representantes nas oitavas de final. Depois aparecem Argentina (quatro), Paraguai (três), Equador (dois) e Uruguai (um). Todos os times de Chile, Colômbia, Venezuela, Peru e Bolívia ficaram pelo caminho.

Palmeiras fez a melhor campanha da primeira fase da Libertadores — Foto: Marcos Ribolli

Palmeiras fez a melhor campanha da primeira fase da Libertadores — Foto: Marcos Ribolli

Quatro brasileiros se classificaram como primeiro colocados em seus grupos. Tal concentração de times do Brasil no pote 1 faz ser de 50% a chance de Grêmio e Athletico-PR (que estão no pote 2) enfrentarem um rival local já nas oitavas de final.

Pelo segundo ano seguido, o Palmeiras fez a melhor campanha geral na fase de grupos. O time de Luiz Felipe Scolari fez os mesmos 15 pontos que o Cruzeiro, mas superou a equipe de Mano Menezes no saldo de gols.

Em seguida aparece o Internacional, com 14 pontos e um dos dois únicos times invictos da competição. Curiosamente, o outro invicto é o River Plate (10 pontos), rival do Inter na fase de grupos: os dois confrontos entre eles terminaram empatados.

Embora tenha feito uma campanha acidentada na primeira fase, com risco de eliminação até a partida final, o Flamengo também terminou em primeiro no grupo e garantiu a vantagem de jogar em casa a partida de volta das oitavas de final.

Se os times brasileiros dominaram, os dois goleadores são argentinos que atuam foram de seu país de origem. Os artilheiros da Libertadores até aqui são Marco Ruben (do Athletico-PR) e Adrián Martínez (do Libertad, do Paraguai), com seis gols. Em seguida, com 5, os já eliminados Ricardo Oliveira (do Atlético-MG) e o chileno Patricio Rubio (do Universidad de Concepción), ambos com cinco gols.

Marco Ruben é o artilheiro da Liberta — Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

Marco Ruben é o artilheiro da Liberta — Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo


Comentários