Coluna: O que podemos esperar das novas contratações do Grêmio?

Por Patrick Rafael de Souza
- Às 19:53
266

 Depois do que aconteceu com Kayke não podemos dar a certeza de que o uruguaio “El Toro” Gabriel Fernandez é definitivamente do Grêmio, mas podemos dizer que está muito bem encaminhado. Ele vem com um pesado fardo de se tornar o “fazedor de gols” do Grêmio, esperamos que seja muito bem-sucedido. Até onde eu pesquisei, vi que Gabriel não é um centroavante de área, fixo lá na frente, e sim um jogador de muita força e movimentação, se isso vai dar certo no elenco do Grêmio? Não sabemos, já que temos dois, três ou até quatro atacantes nesse estilo dentro da equipe, porém o que não pode ser descartado é que ele foi artilheiro do campeonato uruguaio e é um jogador muito bem credenciado pela imprensa do seu país.

Já a outra contratação do Grêmio se trata de Léo Moura de 38 anos, contratação essa bem contestada pelos torcedores, porém dando minha visão sobre esse reforço é extremamente simples: Ele NÃO vem para ser o substituto do Edílson e sim do Ramiro, pois sabemos da função que o Ramiro desempenha no time do Grêmio hoje e sabemos que não há NENHUM jogador para cobrir essa função caso o Ramiro fique suspenso ou se machuque. Léo Moura tem liderança, sua história prova isso, tem DNA de campeão, isso de certa forma é incontestável, mesmo sendo rebaixado com o Santa Cruz ele foi um dos melhores jogadores da equipe. Com isso entendo muito bem a ideia do comandante Renato Gaúcho ao indicar esse jogador, ele quer montar um GRUPO, e em minha opinião Léo Moura é ótimo para isso.

A “menos badalada” até então é a do outro lateral-direito Leonardo, jogador de 20 anos vem do Boa Esporte que até onde foi noticiado, viria para “disputar” posição com o Edílson, o que acho extremamente difícil, porém não impossível. Essa é uma das “contratações pontuais” citadas pela direção tricolor no final de 2016, é um jogador que também vem para compro grupo, e acho válido. Este jogador foi destaque no time mineiro na conquista da série C e por isso chamou a atenção do Grêmio.

Aproveitando essa coluna, quero citar também o volante Michel. Neste eu aposto algumas fichas, é um investimento a longo prazo, um jogador polivalente (pois joga em mais de uma posição) e extremamente importante para o Atlético Goianiense no Campeonato Brasileiro da série B, superando o Vasco naquela ocasião.

Não podemos tirar conclusões precipitadas, nem positivas, muito menos negativas, mas uma coisa é certa, o Grêmio vem agindo com transparência para com seu torcedor, quando prometeu contratações pontuais e sem grandes nomes, se não vendesse nenhuma das joias (Luan ou Walace), o que o Grêmio está fazendo é agir com inteligência, montando UM GRUPO, para disputar todos os campeonatos no ano de 2017.

Coluna: Patrick Rafael de Souza

Veja também Comentários